Pessoas que me motivam

Tradução/Translate it

VIGILANTES DO PESO

O novo Vigilantes do Peso

O maior programa de emagrecimento do mundo se apoia em descobertas fresquinhas da nutrição para atualizar seus métodos. Disponível a partir de janeiro, esse upgrade foge da simples contagem de calorias e promete bons resultados sem proibições

O novo Vigilantes do Peso



por Theo Ruprecht

Acontece que esse gasto calórico vindo da quebra dos nutrientes — e conhecido como termogênese alimentar — não entra na equação das dietas de hoje em dia, principalmente por ter sido revelado e consolidado pela ciência somente nos últimos anos. "Percebemos que era o momento de alterar o nosso método para adaptá-lo aos conhecimentos científicos atuais", afirma Marcelly Ferrari, editora de conteúdo do Vigilantes do Peso, no Rio de Janeiro.

Por isso, no dia 2 de janeiro de 2012, chega ao Brasil o ProPontos, o novo sistema dessa organização. "A ideia é justamente contemplar as novidades das pesquisas sem complicar demais a vida das pessoas, inclusive a de quem passa mais tempo fora do que dentro de casa", reforça Sônia Almeida, nutricionista-chefe do Vigilantes.

Que fique claro: o sistema de pontos não será renegado. Ou seja, cada participante vai continuar recebendo uma cota a ser gasta diariamente e uma extra para ser torrada durante a semana naqueles momentos especiais. O que de fato muda é a forma como os pontos são atribuídos aos alimentos em geral. Isso porque, se antes eles eram mais baseados nas calorias, agora o foco está na presença e na concentração dos chamados macronutrientes: o carboidrato, a gordura e a proteína.

Saciedade é uma palavra-chave dentro da nutrição moderna. E o Vigilantes do Peso conseguiu incluí-la no seu dicionário com aquela decisão de criar uma fórmula baseada nos macronutrientes. "As proteínas, por exemplo, dão mais trabalho para serem digeridas do que as gorduras. E isso faz com que elas tragam uma maior sensação de estômago cheio", analisa Celso Cukier, nutrólogo do Instituto de Metabolismo e Nutrição, em São Paulo. Logo, um prato repleto de fontes proteicas culmina em menos pontos riscados da cota diária do que outro extremamente gorduroso.

Aliás, as fibras ganharam importância na matemática dos pontos por aplacarem a fome. "Elas diminuem o ritmo de absorção da glicose, e essa desaceleração é outro fator que contribui para a saciedade", ensina a nutricionista carioca Mariana Froes.

Frutas à vontade!

Uma das metas do Vigilantes do Peso foi buscar um plano que pudesse ser seguido pela vida toda. Ou, dito de outra maneira, que proporcionasse, além da diminuição da barriga, uma alimentação equilibrada. "Foi observado que os obesos geralmente têm deficiências nutricionais e hábitos alimentares muito errados", diz Sônia Almeida.

Para estimular a incorporação de um cardápio saudável, a esmagadora maioria das frutas — a única exceção é o abacate — e boa parte dos legumes não implicam em mais nenhum ponto. Só um detalhe: a regra vale quando esses vegetais são consumidos em sua versão natural. Um suco de laranja ou mesmo a polpa do açaí terão que ser contabilizados como uma porção de alimento qualquer.

Esse princípio, entretanto, demanda certo cuidado. "O incentivo é realmente interessante. Mas deve haver controle, porque há uma pequena probabilidade de o participante, especialmente se ele sofrer com alguma compulsão, ingerir frutas em demasia", ressalta Mariana Froes. E esse excesso pode, sim, terminar em barriga inflada. Apenas para pensar em uma hipótese, cada unidade de banana-da-terra dispõe de 122 calorias. E comer pencas dela diariamente sem dúvida comprometeria a queda do ponteiro da balança.

O meio encontrado para evitar problemas dessa ordem foi criar livros e cartilhas que expliquem detalhes sobre uma alimentação balanceada (veja outros materiais de apoio do ProPontos à direita). E também disponibilizar orientadores nas reuniões para reforçar as atitudes corretas. A polêmica, aí, recai sobre o fato de essas pessoas não serem nutricionistas. "Todas elas recebem treinamento e, por terem participado do Vigilantes do Peso, sabem como ninguém as ânsias de alguém que está entrando agora no programa", defende Marcelly Ferrari. "Porém, a ausência de um especialista dificulta o diagnóstico de doenças ou intolerâncias que devem ser consideradas em qualquer dieta", contrapõe Cukier. No final das contas, uma coisa não elimina a outra. Aliar o recente programa do Vigilantes do Peso a consultas com profissionais de saúde é bastante válido para conquistar seus objetivos — de uma vez por todas.



Os outros pilares do programa
Para ser um sucesso total, ele não depende só da alimentação

Assista às reuniões
Um estudo do Centro de Pesquisas em Nutrição Humana, na Inglaterra, comprovou que, quando uma dieta vislumbrava encontros em grupo frequentes, a perda de peso era duas vezes maior do que um regime que somente se concentrava no prato. "O apoio de outros serve de encorajamento para aqueles momentos difíceis", explica Susan Jebb, que assinou o trabalho.

Mantenha-se em movimento
A atividade física é considerada fundamental pela equipe do Vigilantes do Peso e inclusive está no programa. Explica-se: ao superar suas metas de exercício na semana, você ganha pontos extras para serem utilizados nos dias seguintes.


Um pouco de história
O Vigilantes do Peso surgiu na sala da casa de Jean Nidetch, no início dos anos 1960, nos Estados Unidos. Ela recebeu amigas para discutir como perder peso e daí veio a ideia de aliar uma dieta séria a reuniões frequentes. No Brasil há 34 anos, a organização instituiu o sistema de pontos por aqui em 2003.


A cota de cada um

Por mais que estejamos falando de um método destinado à população em geral, o total de pontos a que se tem direito no Vigilantes varia, dependendo do sexo, da idade, da altura, do peso e dos próprios objetivos. "A cota também muda de acordo com a evolução do emagrecimento da pessoa ao longo do tempo", completa Sônia Almeida.


Coxinha


Antes...

283 calorias

15 pontos - No método que vai dexar de ser usado, as calorias e o total de gorduras eram os parâmetros principais para atribuir uma pontuação às porções dos alimentos.

... e agora

O que mata a fome - As fibras ganharam importância por regular a digestão, o que diminui o apetite e, logo, os riscos de uma comilança desenfreada.

A energia de cada nutriente - Enquanto 1 grama de proteína ou de carboidrato traz 4 calorias, 1 grama de gordura possui 9. Isso influencia na conta do novo sistema.

Custo de conversão - Até 20% das calorias do carboidrato são torradas antes de o nutriente ser absorvido. No caso da gordura, são apenas 3%. Daí que o ProPontos abrange diferenças assim para ser mais preciso.

17 pontos - Com essas novas considerações, a coxinha se torna uma escolha ainda mais pesada. Se valia 15 pontos no passado, agora... Portanto, se desejar comê-la, será preciso abdicar de outras comidas engordativas no resto do dia.


Maça

Antes...

1 ponto - Uma maçã grande tem cerca de 130 calorias. Isso fazia com que, na versão anterior do programa, ela consumisse 1 ponto da cota diária permitida.

... e agora

Densidade energética - Um fator estimulado é apostar em opções que tenham um grande volume, mas poucas calorias, como justamente a maçã.

Alimento pleno - Esse título é conferido aos itens que não estão lotados de sódio, gordura saturada e açúcar e, por outro lado, apresentam boas doses de fibras.

0 ponto - Por ofertarem vitaminas e outras substâncias benéficas, as frutas não são mais pontuadas, desde que ingeridas in natura. A única exceção é o gordo abacate.


Material básico
Os itens abaixo são fundamentais para seguir o ProPontos

Livros de apoio
Eles trazem dados a respeito do programa e, mais do que isso, sobre a manutenção do peso ideal.

Calculadora
Quando você coloca a quantidade de gorduras, proteínas, carboidratos e fibras de uma porção de alimento, ela revela os pontos a serem descontados.

Diário pessoal
Permite saber quanto ainda se pode consumir, além de fornecer o histórico de seus progressos.


DISPONÍVEL EM: http://saude.abril.com.br/emagrece-brasil/novo-vigilantes-peso.shtml, acesso em 20/10/2012.


 

VIGILANTES DO PESO NO PROGRAMA "BEM ESTAR" - REDE GLOBO - 29/06/2011.
Muito legal MESMO! Os Vigilantes do Peso me ajudaram a ter uma vida mais saudável e me sentir confortável dentro do meu corpo de forma definitiva e equilibrada! Adeus 26kg de gordura!!!!
 Assistam ao programa aqui: http://g1.globo.com/videos/bem-estar/v/dietas-desequilibradas-podem-prejudicar-a-saude/1549567/

1ª PARTE:  http://g1.globo.com/videos/bem-estar/v/dietas-desequilibradas-podem-prejudicar-a-saude/1549567/

2ª PARTE: http://g1.globo.com/videos/bem-estar/v/desvende-mitos-e-verdades-sobre-as-dietas/1549571/

3ª PARTE: http://g1.globo.com/videos/bem-estar/v/nutricionista-responde-perguntas-sobre-dietas-malucas/1549590/

Eu sou sócia vitalícia dos Vigilantes do Peso desde 1996. Eles costumam publicar umas matérias interessantes, que eu às vezes vou postar aqui, e outras vou postar na aba "início".
Eu recebo semanalmente emails dos Vigilantes do Peso do Brasil e dos Estados Unidos e, em 07 de novembro de 2010 recebi vários emails dizendo que eles vão mudar o sisitema de emagrecimento deles.

MUITA GENTE ME ESCREVE PERGUNTANDO SE PARTICIPAR  DOS VIGILANTES DO PESO É CARO. Eu acho o preço justo (R$24,00 por semana), porque eles fazem pesquisa, são muito responsáveis, sabem o que estão fazendo e precisam pagar os salários das orientadoras, das recepcionistsa, além do aluguel da sala onde as reuniões acontecem. Os VP não estão para brincar. A RA deles é resultado de muita pesquisa, muito estudo, há cientistas e médicos envolvidos, enfim, é uma empresa muito responsável.
Eu acho o valor razoável também porque nos força a "não jogar o dinheiro suado no lixo", o que é igual a jacar, não emagrecer, ou mesmo engordar. Há associados que falam que não comem besteiras porque não querem desperdiçar o dinheiro gasto.
Quando você atinge sua meta, você se torna associado vitalício. Isso significa que, ao atingir sua meta, você passa por um programa de manutenção de 6 semanas e, a partir da 7ª semana você não paga mais para o resto de sua vida. As condições para você não pagar mais são:
1. Ir a uma reunião em qualquer lugar do mundo 1 vez ao mês e se pesar.
2. Nesta pesagem o seu peso tem de estar até 1,100Kg acima da meta. Se estiver 1,200Kg acima ou mais, você precisa pagar a semana até atingir sua meta novamente.
3. Se você faltar à pesagem em 1 mês, no mês seguinte você precisa pagar a pesagem, mesmo que esteja na meta.

Estes são mecanismos que funcionam como compromisso de nós para com nós mesmos, pois nós precisamos nos manter na meta e as reuniões mensais servem para nos colocar no eixo e no foco, caso tenhamos "escapado" da RA novamente.
Desde 1996, os Vigilantes do Peso já mudaram umas 4 vezes. Eu emagreci em 1996 com a balancinha, pesando tudo. Depois mudou para um formato que eu detestava, até engordei. Esse durou pouco e outros vieram.
Agora, há uns 3 anos, eles estão com o sistema PONTOS FLEX. Eu gosto muito porque você mede os alimentos pela palma da mão, por exemplo, uma porção de carne bovina é a medida da palma da mão, um filé de peixe é a medida da mão inteira, uma colher de sopa é a medida do nosso polegar, 1 xícara de arroz é o tamanho de nossa mão fechada ou de um mouse de computador. E por aí vai...
O sistema pontos FLEX é legal, PORÉM quando eu como todos os 35 pontos flex durante a semana, eu  não emagreço. Sei que há ajustes a serem feitos, mas espero que sejam nesse sentido e não mudem todo o sistema que já está funcionando.
Seguem abaixo as matérias que estão saindo na mídia sobre essas mudanças. Vamos aguardar e espero que sejam bem legais!


São Paulo, sexta-feira, 12 de novembro de 2010
Vigilantes do Peso anunciam "revolução" no seu sistema de emagrecimento

Agora, alimentos ganham valores conforme seu conteúdo de fibras e proteínas; médico critica mudança
DÉBORA MISMETTI
EDITORA-ASSISTENTE DE SAÚDE
Tabela de calorias e calculadora são suficientes para planejar uma dieta? Não, de acordo com o novo método divulgado pelos Vigilantes do Peso na Inglaterra.
Ou, ao menos, é preciso mudar a maneira de contabilizar cada tipo de alimento.
A conta, agora, tem que incluir também a quantidade de energia que o corpo gasta para digerir cada alimento. Isso, segundo a organização, que derrama seu sistema de emagrecimento por 30 países, Brasil incluído. A carne demanda mais energia na digestão do que uma fatia de bolo. Uma caloria de carne engordaria menos do que uma de bolo.
"A contagem considera agora proteínas, carboidratos, fibras e gorduras. O corpo gasta mais energia para digerir fibras e proteínas", diz Rodrigo Strickland Faro, diretor dos Vigilantes do Peso no Brasil. Faz sentido. Mas é difícil saber quanta energia é gasta por cada pessoa no processo de digestão de diferentes alimentos, pondera a nutricionista Fernanda Pisciolaro, da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica). "O que sabemos é que há uma porcentagem diferente de absorção dos nutrientes." Gorduras e carboidratos têm taxa maior de absorção do que as proteínas. "Isso tem a ver com o índice glicêmico." Alimentos com maior índice glicêmico aumentam mais rápido a taxa de açúcar no sangue e dão uma menor sensação de saciedade. O preparo também pode mudar a proporção de nutrientes absorvidos. "Quando a gente refoga o arroz, isso dificulta a absorção do amido. Se o arroz for consumido com salada e carne, a absorção também é mais difícil.”
O diretor dos Vigilantes do Peso diz que a mudança estimula escolhas saudáveis. "Nosso programa vai indicar, entre dois alimentos com cem calorias, qual é melhor."

NA PONTA DO LÁPIS
O endocrinologista Alfredo Halpern, chefe do grupo de obesidade do HC de São Paulo, não acredita que essas variáveis façam diferença. "Por mais que haja protestos contra, o que vale é o número de calorias. Você pode comer "junk food" se quiser. Se o número de calorias for menor do que o que você gasta, vai perder peso. "
Um experimento conduzido pelo professor de nutrição americano Mark Haub é um exemplo de que dá para emagrecer só na base do cálculo. Ele restringiu sua dieta, por dois meses, a 1.800 calorias diárias, mas a maior parte delas vinha de bolachas recheadas e bolos. Haub perdeu 13 quilos e ainda reduziu níveis de colesterol ruim.
Ele contou, em reportagem da "CNN", que já havia tentado, sem conseguir, emagrecer priorizando frutas e fibras. Com a "dieta da besteira", atingiu o objetivo.
Para Pisciolaro, a dieta do professor é um mau exemplo. "Do que adianta emagrecer comendo porcaria?", diz.
QUESTÃO DE VALOR
O que importa para cada jeito de contabilizar o que comemos

Vigilantes do Peso
O novo sistema atribui um valor em pontos para cada alimento que leva em conta o conteúdo de fibras, proteínas, gorduras e carboidratos de cada alimento.
Agora, as frutas não têm mais pontos, e alimentos mais gordurosos contam mais.

Dieta dos pontos
Associa diretamente pontos a calorias, não importando se elas vêm de gordura, proteínas ou fibras. O que importa é a soma no fim do dia.

Índice glicêmico
Alimentos com maior índice glicêmico são absorvidos rapidamente e causam alta do açúcar no sangue, forçando a produção de insulina e provocando sensação de fome. Em teoria, preferir esse tipo de alimento (como pão branco, batata, mel e açúcar) levaria a pessoa a comer mais. Alimentos com baixo índice glicêmico (pão integral, leite desnatado, nozes, maçã) causariam saciedade e facilitariam a perda de peso
  
VÍDEO.- 06/11/2010




New Weight Watchers plan points dieters to loads of fruits, veggies
The new PointsPlus System by Weight Watchers gives fruits and most veggies zero points to make them "more enticing" to dieters.
November 30, 2010

Dieters can eat all the fresh fruit and most of the vegetables they want, under a new point system unveiled Monday by Weight Watchers that gives fruits and most veggies zero points.
The new PointsPlus System replaces Weight Watchers' Points plan, which has been used by tens of millions. The reason for the change? Weight Watchers wanted to reflect the latest nutrition science, according to Karen Miller-Kovach, the company's chief scientific officer and the mastermind behind both the original system and the new one.
The formula to calculate the new PointsPlus values is based on the amounts of protein, fiber, carbs and fat in foods, Miller-Kovach says. The formula takes into account that protein and fiber are important for fullness and warding off hunger. It also factors in how hard the body has to work to process food into energy, she says.
In the PointsPlus system, a medium croissant with a pat of butter gets a 7, while one poached egg, 3 ounces of ham and one slice of whole-wheat toast with a pat of butter gets a 6. Both breakfasts have 270 calories. Fresh fruits and most veggies were given zero points so they'd be "more enticing," Miller-Kovach says, because most Americans don't eat enough of them.
Gannett News Service
http://www.fatsecret.com/



Weight Watchers Upends Its Points System




LIVROS EXCELENTES!!!
Link: http://www.vigilantesdopeso.com.br/livro_e_receitas_interna2.aspx

Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis
Escrito pela cientista-chefe da Weight Watchers International, Dra. Karen Miller-Kovac, com prefácio do Dr. Walmir Coutinho, presidente eleito da IASO (Associação Internacional para o Estudo da Obesidade), Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis propõe a construção de uma Casa Saudável, onde todos os familiares — crianças e adultos, mais magros ou mais pesados — têm um estilo de vida saudável.
O livro parte da comprovação científica de que os filhos são profundamente influenciados pelos hábitos dos pais e de outros familiares, e apresenta cinco regras simples para a adoção de comportamentos que contribuem para a saúde de todos. Além das regras, a autora explora cinco importantes papéis desempenhados pelos pais e revela estratégias bem-sucedidas para lidar com desafios do controle do peso.
Aprenda a influenciar toda a sua família de maneira positiva!
R$ 25,00
R$ 15,00


Emagrecimento Definitivo: Derrubando os 10 Maiores Mitos das Dietas
Emagrecimento Definitivo é um livro do Dr. James Rippe, renomado cardiologista norte-americano, que apresenta, discute e derruba 10 mitos que atrapalham a nossa busca por um peso saudável:
Mito 1: É impossível emagrecer e nunca mais voltar a engordar.
Mito 2: Alguns quilinhos a mais não fazem a menor diferença.
Mito 3: Para emagrecer, basta ter força de vontade.
Mito 4: É possível emagrecer simplesmente praticando atividades físicas.
Mito 5: As calorias não importam — se quiser emagrecer, basta evitar gorduras ou              carboidratos.
Mito 6: Seu metabolismo ou seu patrimônio genético poderão impedir seu sucesso no              emagrecimento.
Mito 7: Podemos acelerar o metabolismo sabendo como, quando e o que comer.
Mito 8: O método de emagrecimento não importa, mais tarde eu penso em como              manter.
Mito 9: Só existe uma abordagem certa para emagrecer.
Mito 10: O problema do excesso de peso é seu e cabe apenas a você resolvê-lo.
Derrube esses mitos você também!
R$ 22,00
R$ 20,00

4 comentários:

GAUCHA TRI LEGAL! disse...

Adorei seu blog. Tambem faco VP ou WW (aqui nos EUA). Eu adoro esse sistema dos pontos e agora dia 28/nov/2010 eles o WP daqui tem novidades para seus associados. To curiosa!No meu blog tem algumas coisas que coloquei sobre o VP. Da uma olhadinha se quiser. Abracos to te seguindo agora

Minha fábrica de sonhos... disse...

Oi guria, como vc, sou sócia vitalícia do VP desde 1999, na época da balancinha, tenho aqui em casa a balança guardada de recordação. Porém, vim morar no interior e aqui não tem VP, comeceu a fazer pelo correio e estou fazendo de novo e paguei tudo de novo, Como será que funciona isso pelo correio, podes me explicar se souber?

Minha fábrica de sonhos... disse...

Vai ser bem bom falar com vc sobre VP. Obrigada antecipadamente.

Minha fábrica de sonhos... disse...

Vai ser bem bom falar com vc sobre VP. Obrigada antecipadamente.

MANUTENÇÃO DO PESO

META ATINGIDA EM 70 SEMANAS (25/02/2011, MEU NÍVER DE 48 ANOS) = 343G/SEMANA

POSTS MAIS POPULARES