TRANSLATE THIS SITE

Pessoas que me motivam

18 de dez de 2011

Feliz 2012

Olá, pessoal!

Estou de partida para uma viagem linda com minha filha mas antes gostaria de deixar um recadinho para vocês!
Este ano foi um dos anos mais importantes de minha vida! Eu me redescobri, quebrei paradigmas, criei novos e me encontrei como indivíduo, mulher, mãe, esposa e profissional. Tudo mudou!
 E para melhor!
Mas nada aconteceu num passe de mágica. As mudanças ocorreram paulatinamente, internamente, e aos poucos eu me vi mudando tudo. Aos 48 anos! 
Eu fico repetindo minha idade porque há 2 anos eu achava que já tinha acabado tudo: a profissão estava chata, a vida não tinha sentido, eu era uma pessoa completamente sem graça, obesa, ficava praticamente assistindo "a vida (dos outros) passar". Muitas vezes nem assistia a nada.
Tudo começou aqui no blog, escrevendo diariamente e me auto analisando. O meu emagrecimento foi, paralelamente, uma viagem pra dentro de mim mesma. Autoconhecimento, amadurecimento, mudanças, coragem, assumindo erros e tentando de novo. Eu fui ao fundo do poço e consegui escalá-lo segurando pelas paredes com as unhas. Foi uma longa caminhada. Ainda está sendo uma longa caminhada, mas agora estou fazendo terapia com uma psicóloga excelente, que me ajuda a errar menos, me aceitar melhor e encarar as mudanças em mim de forma mais amena. enfim, não tenho mais "comido" emoções, a AF já faz parte de minha rotina com prazer e sou mais saudável!
Eu desejo a todas vocês que vêm me visitar aqui um Natal muito abençoado e feliz e um 2012 repleto de mudanças - para melhor! Desejo a vocês todo o sucesso do mundo, principalmente o sucesso interno, aquele que só cada uma de nós sabe qual é! Não desistam de seus sonhos, mas saibam que, para alcançá-los, vocês vão ter que ralar muito.
Vale a pena! Eu passei 2012 na minha meta, oscilando entre 58 e 60Kg, agora como de tudo com moderação e, enfim, sou uma nova mulher!
Beijos no coração!

7 de dez de 2011

DIETA ANTIANSIEDADE

Eu ando tão ansiosa, mas tão ansiosa, que o melhor para mim mesma nessa hora é a:

Dieta antiansiedade

Fugir da comida não adianta. Invista nos alimentos que deixam você menos pilhada. Seu apetite vai diminuir!
por Fernanda Gutierrez | foto Karine Basílio
TESTE: A ansiedade faz você engordar? Confira!

Veja o nosso cardápio que controla a boca nervosa.
1º dia
café-da-manhã
• 1 copo (200 ml) de suco de clorofila (couve, alface e agrião batidos com suco de laranja)
• 2 fatias de pão integral
• 1 fatia de peito de peru (ou tofu)
lanche
• 1 maçã
• 1 xíc. (chá) de chá verde com hortelã

almoço
Salada de agrião, cenoura, alface, repolho e hortelã
• 2 col. (sopa) de arroz integral
• 1 concha de feijão-preto
• 1 filé de salmão assado
• 1 taça de gelatina diet

lanche
• 1 banana amassada com 1 col. (sobremesa) de gérmen de trigo

jantar
• 1 prato (fundo) de sopa de agrião, couve, espinafre e óleo de linhaça
• 2 col. (sopa) de proteína texturizada de soja refogada com tomate e cebola

ceia
• 1 banana assada e polvilhada com 1 col. (chá) de aveia e outra de mel


2º dia
café-da-manhã
• 1 copo (200 ml) de leite de soja light (tipo Original) batido com 1 banana pequena e 1 fio de mel
• 2 torradas integrais
lanche
• 1 banana amassada com 1 col. (sobremesa) de semente de linhaça e outra de açúcar mascavo e canela

almoço
• Salada de alface, pepino e rabanete com limão
• 1 pegador de macarrão (integral, de preferência) com tomate e atum
• 1/2 abobrinha com ricota
• 3 col. (sopa) de abacate com adoçante

lanche
• 1 xíc. (chá) de chá verde e erva-cidreira
• 4 biscoitos grandes de polvilho

jantar
• Salada de rúcula e alface americana, sal e limão
• 1 omelete (2 ovos, sal e salsinha picada)

ceia
• 1 copo (200 ml) de suco de maracujá com açúcar mascavo
• 1 fatia pequena de mamão




3º dia

3º dia
café-da-manhã
• 1 copo (200 ml) de suco de clorofila (1 folha de couve batida com suco de 1 laranja e água)
• 1 fatia de bolo de fubá simples
lanche
• 1 fatia de melão

almoço
• Salada de folhas verdes
• 1 col. (sopa) de arroz integral
• 1 concha pequena de lentilha
• 1 espetinho de frango, tofu e abacaxi grelhados
• 2 bananinhas secas

lanche
• 3 biscoitos integrais de aveia e nozes
• 1 iogurte de soja

jantar
• Salada de rúcula, palmito, brócolis cozidos e 2 col. (sopa) de soja cozida
• 1 pegador de macarrão (integral, de preferência) com tomate-cereja, manjericão e azeitona

ceia
• 1 col. (sobremesa) de mix de nozes e castanha-dopará picadas

4º dia
café-da-manhã
• 1 xíc. (chá) de chá verde
• 1 fatia de pão integral com patê de soja (grãos de soja cozidos e batidos com alho, cebola, azeite, salsinha e atum light)
lanche
• 1 fatia de mamão com 1 col. (sobremesa) de iogurte natural e outra de gérmen de trigo e aveia

almoço
• Salada de alface, tomate e 3 col. (sopa) de abacate
• 1 filé de frango grelhado
• 1 batata assada e recheada com berinjela e tomate picados

lanche
• 2 biscoitos grandes de polvilho
• 1 xíc. (chá) de chá de capim-limão e erva-cidreira

jantar
• Salada de cenoura, beterraba e couve
• 1 filé de salmão grelhado
• 1 missoshiro (sopa de pasta de soja)

ceia
• 1/2 copo (100 ml) de leite de soja batido com iogurte e 1 col. (sopa) de gelatina diet de morango pronta

5º dia

café-da-manhã
• 1 copo (200 ml) de suco de maracujá com hortelã
• 1 pão árabe pequeno com 1 col. (sobremesa) de mel
lanche
• 1 banana amassada com 1 col. (sobremesa) de gérmen de trigo

almoço
• Salada de folhas verdes
• 3 col. (sopa) de arroz integral
• 3 col. (sopa) de soja texturizada refogada com tomate e brócolis

lanche
• 1 banana com um fio de mel e 3 nozes picadas

jantar
• Salada de almeirão, alface americana e atum light
• 1 prato (sopa) de lentilha polvilhada com gérmen de trigo

ceia
• 1 xíc. (chá) de chá de folha de maracujá, gengibre e canela
• 1 fatia de melão

6º dia
café-da-manhã
• 1 copo (200 ml) de leite de soja batido com abacate e mel
• 4 torradas pequenas
• 1 fatia de tofu (ou patê light de peito de peru)
lanche
• 4 castanhasdo-pará
• 1 ameixa seca

almoço
• Salada de tomate, talo de erva-doce e cenoura
• 1 abobrinha recheada com arroz integral e nozes
• 1 pires de iscas de frango grelhadas

lanche
• 1 xíc. (chá) de chá verde e maracujá
• 1 banana amassada com semente de linhaça, gérmen de trigo e 1 fio de mel

jantar
• Salada de couve-flor e brócolis no vapor
• 1 prato (fundo) de sopa de legumes (cenoura, batata, mandioquinha)
• 1 ovo pochê

ceia
• 1 taça de gelatina diet com frutas picadas

7º dia 
café-da-manhã
• 1 xíc. (chá) de chá verde e hortelã
• 2 fatias de pão integral
• 2 fatias de peito de peru (ou tofu)
lanche
• 1 banana com um fio de mel e 2 nozes picadas

almoço
• Salada de folhas verdes
• 1 col. (sopa) de arroz integral
• 2 col. (sopa) de lentilha
• 1 porção de salmão assado com ervas

lanche
• 1 taça pequena de salada de frutas com 1 fatia de tofu picado e 1 fio de mel

jantar
• Salada de alface, rúcula, hortelã e 3 col. (sopa) de abacate
• 1 abobrinha pequena assada e recheada com ricota e atum

ceia
• 1 banana assada e polvilhada com semente de linhaça e mel

OBS.: use um mix de azeite de oliva e óleo de linhaça nas saladas, nos legumes cozidos e no frango ou peixe depois de prontos.
Cardápio elaborado pela nutricionista e farmcêutica química Lucyanna Kalluf, de Curiti
http://boaforma.abril.com.br/edicoes/239/fechado/Dieta/conteudo_604.shtml?pagin=7
café-da-manhã
• 1 xíc. (chá) de chá verde e hortelã
• 2 fatias de pão integral
• 2 fatias de peito de peru (ou tofu)
lanche
• 1 banana com um fio de mel e 2 nozes picadas

almoço
• Salada de folhas verdes
• 1 col. (sopa) de arroz integral
• 2 col. (sopa) de lentilha
• 1 porção de salmão assado com ervas

lanche
• 1 taça pequena de salada de frutas com 1 fatia de tofu picado e 1 fio de mel

jantar
• Salada de alface, rúcula, hortelã e 3 col. (sopa) de abacate
• 1 abobrinha pequena assada e recheada com ricota e atum

ceia
• 1 banana assada e polvilhada com semente de linhaça e mel

OBS.: use um mix de azeite de oliva e óleo de linhaça nas saladas, nos legumes cozidos e no frango ou peixe depois de prontos.
Cardápio elaborado pela nutricionista e farmcêutica química Lucyanna Kalluf, de Curitiba.

15 de nov de 2011

SORTEIO DE LANCHEIRA CHEIA DE PRESENTES

TEM SORTEIO NO BLOG DA GAÚCHA TRI LEGAL!!!!

Inscricões abertas entre dia 07-11-11 a 30-11-11 
É SÓ CLICAR NA IMAGEM ABAIXO!!!!


2 de nov de 2011

EMAGRECER DÁ TRABALHO

EMAGRECER DÁ TRABALHO, mas vale a pena.
Eu já estou na meta há 8 meses e travo um conflito interno diário com minhas "vontades" e pensamentos não muito saudáveis.

Hoje, por exemplo, é domingo, e acordei com vontade de comer café da manhã de hotel. Tomei meu copo d'água com ameixa (deixo na água na noite anterior para ajudar a fazer o intestino funcionar) e fui ver o que tinha na geladeira.

Fiz um sanduíche delicioso com 1 fatia de queijo prato polenghi light, cenoura ralada, 1 tomate fatiado, cebola picada, sal e orégano. Coloquei na sanduicheira e saiu DELICOSO, quentinho, torradinho melhor que em muito hotel por aí (risos). Também usei pão da linha Estar Bem, porque me saciam e são mais saborosos.

Esquentei o leite desnatado, coloquei nescafé, adoçante e... voilá
Ah! Também comi uma fatia de melancia depois!

Tudo é light, feito de forma saudável e foi mais gostoso porque eu saí da rotina do café da manhã "de todo dia", não comi com pressa e fiquei satisfeita.

Só que deu um pouquinho de trabalho: eu tive de lavar os legumes, ralar, cortar, temperar, enfim, preparar tudo.

Essa é uma das inúmeras coisas que tenho aprendido nessa experiência de emagrecimento: eu tenho que separar tempo para cozinhar!!! Eu faço isso duas vezes por semana, congelo em porções e depois só coloco no prato de véspera para aquecer minhas no mico-ondas no dia-a-dia, quando tenho 30 minutos para comer e zero tempo para preparar. Às vezes cozinho das 18h às 23h30, outras passo a tarde do domingo cozinhando. Well, no pain, no gain! (Sem dor, sem ganho). Prefiro passar algumas horas da minha semana preparando minhas refeições saudáveis do que me olhar no espelho e entrar em depressão com o que eu vejo no reflexo. O prêmio que eu ganho hoje ao me sentir disposta, saudável, entrar em manequim 38-40, em ficar bem em tudo oque visto, me olhar no espelho e gostar muito do que vejo no reflexo é indescritível!

Espero que vocês tenham gostado da dica! Beijos e sucesso pra vocês!



22 de out de 2011

QUER EMAGRECER???COMA EM CASA!!!!

Trocar o restaurante pela comida caseira coloca o controle da dieta nas suas mãos


Almoçar e jantar na rua são privilégios de quem já aprendeu a se controlar. Do contrário, eles podem atrapalhar -- e muito! -- o seu programa de emagrecimento. "Ao comer em casa você economiza em dinheiro e em calorias", afirma Amanda de Sá Motta Regina, nutricionista especializada em Atendimento "Personal Diet" e em Nutrição em Saúde Pública pela Unifesp. Isso porque, em casa, é você quem escolhe os ingredientes e controla as quantidades que vão ao prato.

A seguir, ela mostra como essa simples decisão pode tornar as suas refeições mais saborosas e a sua barriguinha, mais enxuta . Ah, em tempo: vale, sim, aprontar a marmita pelo bem da dieta!
1. Você pode fazer o cardápio da semana - Ao preparar o menu com antecedência, fica mais fácil escolher os alimentos mais saudáveis, fugindo da temível batatinha frita que só falta pedir para entrar no seu prato. Além disso, você só leva o que estiver na sua lista de compras e foge da tentação de um chocolate ou bolachinha doce. "Mas cuidado! Nada de petiscar muito ou comer um pãozinho enquanto estiver cozinhando" , avisa Amanda Regina.

2. Em casa, você cozinha com pouco óleo - As gorduras são o grande vilão de qualquer regime, você sabia que cada grama de óleo tem nove calorias? Comendo fora não há como controlar este item, mas em casa você pode substituir o óleo por azeite ou até mesmo água quando for grelhar. Ou, melhor ainda, opte por alimentos assados ou cozidos que não necessitam de óleo. A gordura, a partir do momento em que faz "tchii", perde as suas propriedades de fornecer vitaminas lipossolúveis (A,D, E, K), que são responsáveis por uma pele saudável, cabelos brilhantes pela absorção do cálcio-prevenção da osteoporose e coagulação sanguínea , avisa a nutricionista.  

3. Dá para combinar os alimentos de acordo com a pirâmide - A Pirâmide Alimentar é um ótimo guia para perder ou manter o peso sem comprometer a saúde, porque divide todos os alimentos em cinco grupos e ensina a proporção de cada um a ser consumida em nossa dieta, ajudando a selecionar adequadamente os alimentos. Como precisamos de alguns nutrientes em maior quantidade do que outros, é importante consumir mais alimentos dos grupos da base da pirâmide e restringir os dos grupos do topo. Mas atenção: juntos eles compõem uma alimentação balanceada, portanto não despreze nenhum deles! Veja a imagem da pirâmide e anote as porções sugeridas para cada grupo:

Grupo 1 - Carboidratos: representa de 6 a 11 porções diárias

Grupo 2 - Verduras e Legumes: representa de 3 a 5 porções diárias

Grupo 3 - Frutas: representa de 2 a 4 porções diárias 

Grupo 4 - Leites e Derivados: representa de 2 a 3 porções diárias

Grupo 5 - Carnes e Proteína: representa 2 a 3 porções diárias

Grupo 6 - Leguminosas: representa 1 porção diária

Grupos 7 e 8 - Óleos, Gorduras e Doces: 1 a 2 porções diárias.                                                            

4. O controle do sal está em suas mãos - Além de promover doenças cardíacas e de pressão, o sal retém líquidos, deixando você inchada e piorando bastante a odiada celulite. Uma dica: diminuir o sal na preparação dos pratos não é sinônimo de comida sem gosto!
Use as ervas e temperos como aliados: são excelentes para variar o gosto dos alimentos, e ainda deixam um cheirinho delicioso no ar.Basta variar as ervas adicionadas como estragão, orégano, sálvia, alecrim, tomilho, manjericão, salsinha e cebolinha.

5. Deixe alimentos pré-cozidos para facilitar o dia-a-dia
Se, às vezes, bate aquela preguiça de cozinhar todos os dias, não desanime! Facilite seu dia-a-dia deixando os alimentos pré-preparados. Por exemplo, quando for fazer o arroz, faça uma quantia maior para os outros dias. Faça sopa e congele em potinhos, cozinhe os brócolis e refogue apenas no dia que for usá-lo. São maneiras de agilizar o seu trabalho na cozinha sem ter que recorrer ao delivery de pizza.

6. Aprenda como grelhar sem óleo
Tempere o bife / frango com sal e alho ou de acordo com a sua preferência. Esquente uma frigideira antiaderente, ou use grelhas transversais, e pingue um pouco de água até que ela borbulhe como o óleo e frite a carne. Vá pingando água sempre que notar que está secando demais e faça pequenos cortes no bife/frango pra saber se já está no ponto. Demora um pouco mais, mas fica saboroso da mesma maneira. No final do preparo, coloque o óleo ou o azeite em pequena porção para aumentar o sabor e fornecer vitaminas, além de lubrificar os intestinos, prevenindo a constipação.

7. Lembre-se da higiene
Comer em casa, traz mais uma vantagem: podemos cuidar melhor dos processos de higiene durante o preparo da comida. Veja como:
Prefira tábuas plásticas às de madeira. Esta recomendação se aplica também à famosa colher de pau.
Para cada etapa do preparo, um utensílio específico. Não cozinhe todos os pratos com a mesma colher.
Lave as mãos e o antebraço antes de começar a cozinhar.
Muita atenção com maioneses, pratos com carnes ou com muitos ingredientes diferentes (tipo farofas) sem refrigeração, pois são mais propensos a contaminações.
Saiba que a sua geladeira tem uma ordem a ser respeitada! Na prateleira superior, devem ficar os pratos preparados, como pudins, gelatinas (sempre cobertos com papel alumínio), as sobras de comida (armazenadas em potes plásticos tampados), e produtos como margarinas, geléias, iogurtes e requeijão.
Nas prateleiras intermediárias as frutas (previamente lavadas e secadas, acondicionadas em potes plásticos) e as verduras (preferencialmente lavadas e secas, pois duram mais). Por último, vêm as carnes e pratos para descongelar, sempre em cima de formas, caso escorra sangue ou água de descongelamento.
 

7 de out de 2011

REFRIGERANTE É DROGA!

O que acontece quando você bebe uma lata de refrigerante?

Primeiros 10 minutos: 10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente. Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.
20 minutos: O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular).
40 minutos: A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.
45 minutos: O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína..)
50 minutos: O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo. As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando seus ossos, uma das causas da OSTEOPOROSE.
60 minutos: As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina. Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam.. Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar. Ficará irritadiço. Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.
Pense nisso antes de beber refrigerantes. Se não puder evitá-los, modere sua ingestão! Prefira sucos naturais. Seu corpo agradece!

Prof. Dr. Carlos Alexandre Fett
Faculdade de Educação Física da UFMT
Mestrado da Nutrição da UFMT
Laboratório de Aptidão Física e Metabolismo
Consultoria em Performance Humana e Estética

Fonte: http://www.salgadosaude.com.br/, acesso em 10/01/2011.Fonte: http://nine-ano1.blogspot.com/2011/01/refri-x-droga.html, acesso em 10/01/2011.

27 de set de 2011

DIETA SÓ À BASE DE VEGETAIS REVERTE DOENÇAS

São Paulo, domingo, 25 de setembro de 2011.

ENTREVISTA/SEMANA DO CORAÇÃO
CALDWELL ESSELSTYN


Só dieta à base de vegetais reverte doenças cardíacas

CIRURGIÃO AMERICANO DEFENDE ALIMENTAÇÃO MAIS RESTRITA DO QUE A VEGANA, EXCLUINDO ATÉ AZEITE, PARA PROTEGER O CORAÇÃO
Charley Gallay - 2.mai.2011/WireImage

Caldwell Esselstyn na pré-estreia do documentário "Forks over Knives", em maio, em Hollywood

DÉBORA MISMETTI
EDITORA-ASSISTENTE DE SAÚDE

Diga adeus a bifes, peixes, arroz branco e açúcar. Farinha e grãos, só integrais. Azeite de oliva, nem pensar.
Para o cirurgião americano Caldwell Esselstyn, 77, uma alimentação baseada em folhas, frutas, legumes e grãos integrais é o único jeito de evitar, deter e reverter doenças cardiovasculares.
Seu método, que vem sendo aperfeiçoado nos últimos 30 anos, é o tema do documentário "Forks over Knives" (trocadilho que quer dizer tanto "garfos sobre facas" quanto "garfos no lugar de bisturis"), lançado nos EUA e ainda inédito no Brasil.
O filme conta a história de pacientes de Esselstyn, médico da Cleveland Clinic (Ohio). Eles venceram problemas cardíacos e evitaram cirurgias ao adotar a dieta.
Para o cirurgião, que falou à Folha por telefone, a dieta extrema não é a que ele propõe, e sim a adotada pela maioria dos ocidentais. "Ela garante que milhões de pessoas serão submetidas a cirurgias de peito aberto. Vamos comer vegetais. É para isso que fomos criados."



 

Folha - O sr. diz que os problemas cardíacos se devem à alimentação. Não há outros fatores de risco envolvidos, como genética?
Caldwell Esselstyn -
Se você come a dieta típica ocidental, cheia de carne, óleo e laticínios, você vai ver que, entre mil pessoas, algumas terão infarto aos 40, outras aos 50, outras aos 60, 70 ou 80. Você pode dizer que, geneticamente, quem tem o infarto só aos 80 é mais forte para resistir a essa dieta extrema. Por outro lado, se todo mundo comer uma dieta baseada em vegetais, todos são poupados.

Controlar os níveis de colesterol não é suficiente?
Ao pensar só em números, prestamos atenção à coisa errada. As pessoas tomam remédios para o colesterol mas ainda querem comer frango frito. O que funciona é o que entra pela sua boca.
Toda vez que você come azeite, óleo, leite, manteiga, queijo, sorvete, iogurte e carne, você machuca o delicado revestimento das artérias, o endotélio. Ele é um tapete mágico que produz uma molécula incrível chamada óxido nítrico, que é vasodilatadora e protege a parede dos vasos sanguíneos.
Autópsias de soldados que morreram na Guerra da Coreia e no Vietnã, dos anos 50 a 70, revelaram que 80% dos jovens de 20 anos já tinham problemas coronários visíveis. As obstruções não eram suficientes para causar um infarto, mas estavam lá. Hoje, todos os jovens têm isso.

Sua dieta exclui o azeite de oliva, base da dieta mediterrânea. Ela está toda errada?
Está errada em recomendar azeite. Em Creta, há 60 anos, as pessoas eram magras, comiam muitos legumes e frutas e um pouco de azeite. As desvantagens do azeite eram compensadas pela quantidade de vegetais.
Quando você estuda o efeito do azeite com um teste de ultrassom da artéria braquial (no braço), que mede os danos ao endotélio, vemos que o óleo machuca os vasos.

Você chama as cirurgias e angioplastias de soluções mecânicas para um problema biológico. Esses procedimentos não adiantam nada?
Eles não chegam a ser soluções. A medicina tem evoluído no sentido de criar uma lista cara de remédios e de procedimentos perigosos, como a colocação de stents ["molas" inseridas em vasos obstruídos] e pontes de safena. Com o tempo, é preciso colocar outro stent, fazer outra ponte, tomar mais remédios, e, no fim, a pessoa morre do coração assim mesmo.
Os médicos, não sei o porquê, passaram a acreditar que as pessoas não são capazes de mudar seu estilo de vida. Mas o problema é que eles não sabem como transmitir essa mensagem.
Quando trato alguém com doença cardíaca, fazemos um curso de cinco horas. O paciente vai entender o que causou a doença e o que ele deve fazer para revertê-la. No fim, oferecemos uma refeição à base de vegetais e uma apresentação de 1h15 sobre como comprar e preparar alimentos, ler rótulos e lidar com restaurantes e viagens.
A revolução da saúde nunca vai acontecer por causa da descoberta de um remédio. Nunca vai ser por causa de um novo procedimento cirúrgico. A revolução vai acontecer quando as pessoas estiverem informadas do ponto de vista nutricional, para evitar as comidas que vão fazê-las perecer por uma doença.

Qual percentual dos seus pacientes tem melhora?
Quase todos. Quando começamos o programa, e as pessoas ainda não sabiam se ia funcionar, 70% se recuperavam. Agora estamos em 90%. O que torna esse tratamento tão poderoso é que posso mostrar raios-X de artérias do nosso primeiro grupo. Os pacientes percebem que, se os outros conseguiram, eles também vão.

O sr. diz que moderação mata. Por que não dá para comer carne com moderação?
Moderação é dizer: qual a quantidade de um alimento que sei que vai me prejudicar eu posso comer e conseguir escapar das doenças? Isso é loucura. Quantos bifes posso comer? Quantas batatas fritas engorduradas? Como assim? É a mensagem errada.

O sr. acredita que sua dieta pode ser adotada globalmente?
O Brasil está destruindo a atmosfera e o mundo ao queimar as florestas que são ótimas para capturar o CO2. Por quê? Para produzir carne, que vai fazer as pessoas morrerem cedo e ter vidas miseráveis e infelizes. Se toda essa área for substituída por vegetais, é possível produzir muito mais. Vamos comer plantas, é para isso que fomos criados.
Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/saude/sd2509201101.htm, acesso em 25/09/2011.

25 de set de 2011

A MENINA QUE SE AFOGAVA...

Quando eu era criança, minha avó paterna vivia contando histórias que ela adaptava conforme sua necessidade. Uma delas era recorrente: o personagem principal variava de acordo com o sexo e a idade do ouvinte (eu e os demais netos) e o contexto também variava de acordo com o local e a situação em que ela queria inferir com sua história.
Para vocês terem um exemplo, por morar em cidade de praia, toda vez que ela julgava que eu estava abusando do mar na praia, ela contava a história da menina da minha idade que entrava no mar até o fundão, apesar dos apelos dos adultos e depois fingia se afogar. Quando todos chegavam perto para salvá-la, ela dava gargalhada e ria da cara das pessoas. Essas situações continuavam a acontecer, e cada vez menos pessoas corriam para salvá-la do afogamento. Cada hora era uma desculpa diferente, e as pessoas se decepcionavam com a criança.
Até que um dia a menina teve cãimbra (http://www.tuasaude.com/caimbra/)e começou a se afogar de verdade, mas ninguém entrou no mar para socorrê-la e ela morreu tragicamente. 

"FIM - THE END"

As fábulas da minha avó viraram motivo de brincadeiras e ironias conforme fomos crescendo. quando ela começava uma história dessas, a gente ria, tirava sarro e dizia: "Já sei, vó, aí a menina morre!" Mas hoje, só hoje, depois de mais de 40 anos que comecei a ouvi-las, essas histórias voltaram à minha memória de forma diferente. Eu me pergunto HOJE: "Quantas e quantas pessoas eu conheço que agem como a personagem principal das fábulas de minha avó?"
Como "pessoa que sai correndo para ajudar" e se sente "enganada", "usada", hoje eu não me sinto mais a fim de correr para socorrer e me sentir idiota. Amanhã pode ser que eu mude de atitude e volte a socorrê-la, mas não sei... cansa ver minha energia ser gasta em vão.
Isso é egoísmo? Eu também tenho meus problemas para resolver e muitas vezes não tenho ninguém para me ajudar. Em outros momentos, sinto até vergonha de pedir ajuda, pois são situações recorrentes, como a da menina se afogando. Então, nessas horas, me sinto na obrigação de me virar sozinha para não "queimar o meu filme".
Talvez eu me sinta na obrigação de ajudar porque não quero me sentir culpada se o meu amigo tiver cãimbra de verdade e eu não estiver lá na hora... já perdi amigas de forma trágica e foi uma barra punk. Mas quem sou eu para conseguir "salvar' alguém que decide se auto-destruir de verdade? Eu não tenho esse poder!!!
Quantas pessoas queridas começam dietas toda segunda-feira, postam nos seus blogs pedindo ajuda, recebem a ajuda de um monte de gente e depois metem o pé na jaca, cada dia com uma desculpa, e o ciclo se repete a cada semana ou mês?
Quantas pessoas queridas se predispuseram a largar o cigarro, a bebida, enfim, algo que as fazia agir compulsivamente e de forma nociva a si mesmas, mas logo depois vacilaram e voltaram ao vício. Eu tenho uma opinião formada na minha cabeça de que TUDO QUE SE TORNA FANATISMO OU COMPULSIVO FAZ MAL PARA MIM.
Tenho pessoas amigas e queridas que se metem em problemas mil, pedem socorro, a gente corre para ajudá-las com a maior boa vontade, a gente vê que conseguiu ajudá-las durante um tempo, mas é só virar as costas e em menos de 1 hora elas fazem coisas auto-destrutivas e entram novamente no fundo do poço. Por que?
Não sou psicóloga, não entendo o suficiente sobre a alma humana, não sou perfeita e acredito piamente que estarei sempre em construção, que sempre haverá algo para eu trabalhar e melhorar dentro de mim. Mas eu tenho plena consciência de que eu estou caminhando e fazendo tudo o que posso para melhorar como ser humano e me respeitar a cada passo. Eu já fiz muita besteira, mas tenho feito menos a cada dia que passa. Isso não me torna melhor que ninguém, mas eu PRECISO me sentir menos culpada quando eu decido usar minha energia para resolver os meus problemas e não os de alguém que vai rir e dizer que foi só um momento de deslize.
Eu gostaria de deixar aqui um questionamento para MIM mesma e para quem ler esta postagem. Se possível, deixem comentários aqui para eu tentar refletir com vocês. Esse assunto é importante para mim porque envolve atitudes que me intrigam.

Por que eu me auto-saboto?
Por que eu volto a "entrar no mar, abuso do perigo, e quase me afogo"?
Por que, quando eu estou bem, na zona de conforto, eu apronto algo contra mim mesma?
Por que quando eu estou emagrecendo, eu volto a engordar?
Por que logo após momentos felizes, eu tenho atitudes que vão estragar o que eu construí?

Pois é, esse "post" é uma piração minha e reflete o que está no meu coração no dia de HOJE. Obrigada desde já às pessoas que entrarem na minha piração e deixarem alguma reflexão aqui e que me ajudem a pensar melhor, sem correr em círculos. Beijão!!!


14 de set de 2011

AINDA NÃO ABANDONEI O BLOG + TEXTO PARA REFLEXÃO

Olá, pessoal!
Estou ausente por motivos particulares, mas não vou abandonar este cantinho tão especial. Tenho acompanhado muitas de vocês pelo "facebook" e volte e meia as visito em seus blogs. 
Eu continuo um pouquinho abaixo da meta, mas engordei uns 3 kg, depois emagreci e agora estou me cuidando. Não podemos votar a "comer emoções" compulsivamente porque a única pessoa prejudicada será nós mesmas.
Abraços a todas!
Segue abaixo uma matéria iteressante, que parece não ter muito a ver com emagrecimento, mas tem tudo a ver se você entrar em crise e começar a comer frustrações, angústias e outros sentimentos nada agradáveis.
Praia de Santos - Fui pedalar com a filha num dia lindo (04/09/2011)

Bolsa do Café de Santos (03/09/2011) - Esse é o Jacinto, o cara mais sarado do porto de Santos no século XX (risos!) Ele levantava 300 Kg de café e ficava se exibindo pros colegas, que o apelidaram de Hércules do porto!!!

Brigas, discussões e conflitos

 
  * Entrevista com Dra Olga Inês Tessari
 
*o texto está registrado de acordo com a Lei de Direitos Autorais
Publicada no site da novela "Páginas da Vida" da Rede Globo
setembro/2006
* Veja indicação de leitura de outros textos no final da página *
Com mais ou menos intensidade, quantos casais já não conviveram em meio a brigas, acusações e falta de carinho como temos presenciado nas cenas de Marta e Alex? A crise chega, se instaura, se alastra e, muitas vezes, não avisa que está ali, destruindo pouco a pouco todos os prazeres de uma relação a dois. “Onde antes havia um clima de cumplicidade e de companheirismo, agora há um clima de conflitos e de desavenças”, explica a psicóloga Olga Tessari.


Ou seja, quando o barco do casamento está afundando, só não percebe quem não quer! Para facilitar a identificação da crise, Olga listou os principais sinais de que um relacionamento acabou ou de que está prestes a acabar se nada for feito a tempo. São eles:
·         desinteresse dele(a) por você 
·         ele(a) costuma alegar falta de tempo
·         ele(a) evita ficar a sós com você
·         a atividade sexual diminui ou desaparece por completo
·         irritação e brigas fúteis por qualquer motivo
·    mudança de hábitos e de comportamento. “Você tem a sensação de que está ao lado de `outra pessoa´ e não daquela com quem conviveu por tanto tempo”, explica a psicóloga.
·         Falta de respeito e de amizade. “A outra pessoa, que antes tanto lhe valorizava, agora vê apenas os seus defeitos e sempre encontra um motivo para tecer críticas a você”, esclarece Olga.
 
‘Tristes para sempre... ’
Mas por que os casais custam a dar uma rebordosa na relação quando percebem que ela já não tem mais futuro? Segundo Olga, são muitas as razões que levam uma pessoa a não tomar uma atitude, mesmo diante de um péssimo relacionamento! Ela listou os principais medos que levam ao comodismo:
·         de perder o status, tendo que dividir o patrimônio
·         de não se sentir capaz de cuidar de si mesmo sozinho
·         da solidão
·         de ficar longe dos filhos
·         do comentário e crítica das outras pessoas
·         da perda de amigos em comum
·       de perder a rotina. “Por incrível que pareça, o ser humano adora rotina e, muitas vezes, mesmo sendo sofrida, prefere manter a rotina a aventurar-se em novas”, explica Olga Tessari.
·      da sensação de fracasso por não ter conseguido manter o relacionamento.


Conselhos da especialista
Tomar a decisão certa é difícil. Para ajudar quem se encontra nesta situação tão delicada, Olga Tessari dá algumas orientações:
·    O primeiro passo é procurar elevar a sua auto estima: valorize suas qualidades, pare de se culpar e de se sentir um lixo porque o casamento não deu certo.
·  Ocupe seu tempo consigo mesmo: faça novos amigos, vá estudar, mude o seu visual (corte o cabelo, compre roupas novas, etc....).
·  Evite apenas de se relacionar com outra pessoa logo em seguida. Aquela história de que é preciso um novo amor para curar a dor da perda é lenda! Certamente, se você se relacionar agora, vai acabar repetindo os mesmos erros que levaram ao fim do relacionamento atual.
·  Após chorar pela perda durante um período (o luto é normal e natural), arregace as mangas, avalie seus erros e aprenda com eles para que, num futuro relacionamento você possa acertar!
A psicóloga lembra ainda que o sucesso de um casamento depende dos dois. “E se o outro não quer a mesma coisa, fazer o quê? É difícil e sofrido chegar à conclusão de que acabou, mas nada como o tempo para dizer que esta é a melhor escolha!”, afirma Olga.

Dra Olga Inês Tessari

Autora do livro "Dirija a sua vida sem medo"

Escritora - Palestrante - Pesquisadora – Supervisora – Consultora
Psicóloga e Psicoterapeuta desde 1984 (CRP06/19571) atuando nas áreas de ansiedade, auto-estima, medos, timidez, pânico, stress, depressão, orientação de pais, problemas específicos da criança, do adolescente, da mulher, do homem, da terceira idade, do casal e da família, mediadora de conflitos dos problemas e dificuldades nos relacionamentos em geral (do casal, de pais com filhos, entre amigos, parentes, vizinhos, colegas de trabalho, etc.), trabalha também em equipe multidisciplinar com os distúrbios da alimentação (compulsão, obesidade, anorexia, bulimia).


Atendimento e aconselhamento de adolescentes, adultos, pais, casais, grupos e famílias.
Desenvolve e ministra palestras, cursos, palestras e projetos específicos para empresas e grupos em geral.

Consultora em temas de Psicologia para a mídia em geral

8 de ago de 2011

FIM DE FÉRIAS

Todo final de festa é chato, cansativo, ninguém gosta de rotina, mas eu costumo pensar que é ótimo ter que trabalhar e dar duro na vida. Assim a gente tem motivo para agradecer pela oportunidade de viver momentos de lazer, alegria, paz, farra, dormir até tarde e descansar.

Eu passei um mês de julho fantástico, fiz 3 viagens deliciosas, tive momentos lindos, mágicos, de muita felicidade. Quanto à "educação alimentar" e à atividade física, isso tudo já está incorporado à minha vida, estou muito bem nessa nova forma de viver. Me mantenho na minha meta e tenho me permitido comer de tudo, até fondue de queijo e chocolate, mas depois volto imediatamente à minha rotina.

Eu só gostaria que algumas pessoas - as que me são muito queridas, mas ainda não conseguiram entrar num ritmo de RA e AF saudáveis, conseguissem fazê-lo, porque eu queria que elas se sentissem felizes e bem consigo mesmas como eu me sinto.
Momentos mastercard: não tem preço!

Passear...

Show do Jorge Vercillo

Cavalgar...

...no topo dessa montanha... NÃO TEM PREÇO!

"Nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido." 
"It's never too late to be what you might have been." George Eliot.

26 de jul de 2011

Idec - Campanhas - PL Azeredo: Consumidores contra a PL Azeredo

Idec - Campanhas - PL Azeredo: Consumidores contra a PL Azeredo


Consumidores na Internet:
Proteção SIM, Violação de Privacidade NÃO!


Nós consumidores queremos segurança e liberdade na Internet, porém a PL Azeredo não é a solução. O projeto de lei, apelidado de AI-5 Digital, traz sérios riscos de violação de privacidade e restrição da liberdade na rede. Se aprovado, será violada nossa liberdade de compartilhamento, expressão, criação e acesso.
Os provedores de Internet que guardam todo o nosso histórico na rede sem qualquer regulação terão poder de polícia para vigiar os internautas.

O correto é aprovarmos antes os princípios, direitos e responsabilidades na rede, com o Marco Civil da Internet e a Lei de Proteção de Dados Pessoais, ambos debatidos abertamente com a sociedade.


O PL Azeredo está tramitando em caráter de urgência e poderá ser votado no começo de agosto. Precisamos barrá-lo antes que seja tarde. O Idec pede que o PL Azeredo seja levado imediatamente para a Comissão de Defesa do Consumidor, impedindo a sua votação prematura. A petição será entregue ao Presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia. Assine agora!
Pela liberdade e privacidade na rede, consumidores contra o PL Azeredo!



Assine a petição: http://www.idec.org.br/campanhas/facadiferenca.aspx?idc=24

22 de jul de 2011

DE BEM COM A VIDA

Oi, gente!

Não tenho muito o que contar. Continuo na RA e AF. Viajei por 6 dias e ganhei 1,3 Kg mesmo me comportando direitinho, fazendo trilhas, caminhadas, arborismo, e andando o dia todo. Comprei pão integral light e requeijão light para o café da manhã e levava um sanduíche desses, mais barra de cereal na bolsa para lanchinhos. Comi em restaurantes e escolhi saladas, legumes, enfim fiz escolhas saudáveis.
Não dá para "largar mão" porque senão a gente "desanda". Eu tento me lembrar o tempo todo que "eu curto estar como estou", "gosto e preciso me cuidar" e "não dá pra ser igual a qualquer pessoa que diz que come de tudo". Acho que sou mesmo uma "Vigilante" da minha saúde física, emocional e mental.
Hoje li uma reflexão que minha amiga Luciana escreveu no Facebook e gostaria de compartilhá-la com vocês:
“Desenvolver força, coragem e paz interior demanda tempo. Não espere resultados rápidos e imediatos, sob o pretexto de que decidiu mudar. Cada ação que você executa permite que essa decisão se torne efetiva dentro de seu coração."
Dalai Lama
Férias de julho/2011

Férias - julho/2011

Abaixo da meta - 59 Kg - Julho/2011

13 de jul de 2011

GUIA DE DIETA SAUDÁVEL PARA OS AMERICANOS E PARA NÓS

No dia 31 de janeiro de 2011 o governo de Barack Obama lançou o Dietary Guidelines for Americans 2010, um guia para orientar os americanos na promoção da saúde, redução dos risco de doenças crônicas, e redução da prevalência de sobrepeso e obesidade através de uma melhor nutrição e atividade física.

Apesar do guia se basear nas características da população americana a grande maioria das
recomendações pode ser aplicada à nós, brasileiros.


Para baixar o documento na íntegra, clique AQUI.

Dentre vários aspectos abordados esse guia trás 23 recomendações para a população em geral e mais algumas para populações específicas.
  1. Prevenir e / ou reduzir o excesso de peso e obesidade através de melhorias nos hábitos de alimentação e atividade física.
  2. Controlar a ingestão calórica total para gerenciar o peso corporal. Para as pessoas que estão com sobrepeso ou obesos, isto significa consumir menos calorias de alimentos e bebidas.
  3. Aumentar a atividade física e reduzir o tempo gasto em comportamentos sedentários.
  4. Manter o equilíbrio calórico adequado durante cada fase da vida. Infância, a adolescência, gravidez e o aleitamento materno, a idade adulta e idade mais avançada.
  5. Reduzir a ingestão diária de sódio para menos de 2.300 miligramas (mg) e posteriormente reduzir a ingestão de 1.500 mg entre as pessoas com mais de 51 anos, os de qualquer idade que são afro-americanos,  os que tem hipertensão, diabetes ou doença renal crônica. A recomendação de 1.500 mg aplica-se a cerca de metade da população dos EUA , incluindo crianças, e a maioria dos adultos.
  6. Consumir menos de 10 por cento das calorias provenientes de ácidos graxos saturados
    substituindo-os por monoinsaturados e ácidos graxos poliinsaturados.
  7. Consumir menos de 300 mg por dia de colesterol.
  8. Manter o consumo de ácidos graxos trans o mais baixo possível, limitando aos alimentos que contém fontes sintéticas de gorduras trans, como os óleos parcialmente hidrogenados, e limitando outras gorduras sólidas.
  9. Reduzir a ingestão de calorias provenientes de gorduras sólidas e açúcares.
  10. Limite o consumo de alimentos que contenham cereais refinados, especialmente alimentos de grãos refinados que contém gorduras sólidas, adicionado de açúcares e de sódio.
  11. Se o álcool é consumido, deve ser consumido com moderação, uma dose
    por dia para mulheres e duas doses por dia para homens e apenas por adultos com idade legal para beber.
  12. Aumentar a ingestão de legumes e frutas.
  13. Comer uma variedade de vegetais, especialmente verde-escuro, vegetais vermelhos e laranja, feijão e ervilhas.
  14. Consumir pelo menos metade de todos os grãos como grãos inteiros. Aumentar a ingestão de cereais integrais substituindo grãos refinados por grãos inteiros.
  15. Aumentar a ingestão de leite desnatado ou aemi-desnatado e produtos lácteos, como leite, iogurte, queijo ou bebidas de soja fortificada.
  16. Escolha uma variedade de alimentos proteicos, que incluem mariscos, carne magra e aves, ovos, feijão e ervilhas, produtos de soja e frutos secos sem sal e sementes.
  17. Aumentar a quantidade e variedade de frutos do mar consumida, escolher de mariscos no lugar de algumas carnes e aves.
  18. Substitua alimentos ricos em proteína com elevados teores de gordura no estado sólido por outros menores em gorduras sólidas e calorias e / ou fontes de óleos.
  19. Use óleos para substituir as gorduras sólidas, sempre que possível.
  20. Escolha alimentos que fornecem mais potássio, fibra alimentar, cálcio e vitamina D, que são
    nutrientes de interesse em dietas americanas. Estes alimentos incluem vegetais, frutas, grãos integrais, e leite e produtos lácteos.
  21. Selecione uma alimentação que atenda às necessidades de nutrientes ao longo do tempo em um adequado nível de calorias.
  22. Contabilize todos os alimentos e bebidas consumidos e avalie como eles se encaixam dentro de um
    padrão alimentar saudável total.
  23. Siga as recomendações de segurança na preparação e ingestão de alimentos para reduzir o risco de doenças transmitidas por alimentos.
Recomendações para populações especiais:

Mulheres que querem engravidar
  • Escolha alimentos que fornecem o ferro heme, que é mais facilmente absorvido pelo organismo, fontes de ferro adicional e estimuladores da absorção do ferro, como alimentos ricos em vitamina C.
  • Consuma 400 microgramas (mcg) por dia de ácido fólico sintético (a partir de alimentos fortificados e / ou suplementos), além de adcionar formas de folato a partir de uma dieta variada.
Gestantes e mulheres que estão amamentando
  • Consuma 8-12 gramas de frutos do mar, variados, por semana.
  • Limite, devido a seu alto teor de metil mercúrio, atum branco (voador) para 170 gramas por semana e
    não coma os seguintes quatro tipos de peixes: tilefish, tubarão, espadarte e cavala.
  • Se a grávida, tomar um suplemento de ferro, como recomendado pelo médico.
Indivíduos com mais de 50 anos
  • Consumir alimentos fortificados com vitamina B12, tais como cereais fortificados ou suplementos alimentares.

MANUTENÇÃO DO PESO

META ATINGIDA EM 70 SEMANAS (25/02/2011, MEU NÍVER DE 48 ANOS) = 343G/SEMANA

POSTS MAIS POPULARES