TRANSLATE THIS SITE

Pessoas que me motivam

31 de out de 2010

A CARALLUMA e a INFLAÇÃO

Dieta com Caralluma, A Planta Milagrosa Que Reduz até 11Kg em 4 Semanas Chega ao Brasil

Gente, que absurdo!!! O Fanstástico e esses outros programas só podem estar de conchavo com esse fabricante, muita gente deve estar ganhando muito dinheiro com tudo isso!

Eu já tomei a caralluma quando ela não era famosa, nem cara. Eu paguei 60 comprimidos R$30,00 e ela me ajudou a ir ao banheiro. 

MILAGRE? Não existeeeeeeeee! Até parei de comprar porque não emagrecia nada, então o negócio mesmo é controlar a boca, a compulsão e TOOOOOOOOOODOS os problemas que nós, cabeças de gordos, temos. Esse é o tratamento!

Eu só vou acreditar em milagres quandoalguém fizer uma cirurgia cerebral em um gordo, ou trocar o DNA dele, mas mesmo o DNA não adianta trocar se o pensamento, as emoções e TUDO que envolve os problemas da obesidade mudarem. Enquanto isso, vamos malhar, controlar essa nossa boca boba e, principalmente, NOSSAS EMOÇÕES!!!!!

BEIJOS!

DOMINGO – 31/10/10 PONTUAÇÃO
CAFÉ DA MANHÃ
1 copo de leite 2
1 CS achocolatado light 1
1 fatia pão light soja 1
1 CS requeijão light 0
Subtotal 4
LANCHE DA MANHÃ
1 banana prata 1
1 barra de cereal light 1
Subtotal 6
ALMOÇO
1/2 xícara de arroz integral 2
1 bife de fígado 2
espinafre 0
1 sobremesa de morango 1
1 copo de pipoca 1
Subtotal 12
LANCHE TARDE
4 bolachas cream cracker 2
2 CS patê 2
Subtotal 16
JANTAR
3 fatias de pão integral light de aveia 3
3 palmitos 0
sopão 0
2 CS requeijão light 1
chá verde 0
Subtotal 20
Pontos EXERCÍCIOS 1
TOTAL DO DIA 20
Pontos FLEX/DIA 0
Pontos FLEX/SEMANA 0
Sobras de pontos FLEX 35
PROTEÍNA (3-4) 1
CARBOIDRATO (4-5) 8
VERDURAS/LEGUMES (3-4) 3
FRUTAS (2) 2
GORDURA (2) 2
LEITE E DERIVADOS (3) 2,5


1 batata com espinafre e prot texturzada de soja com carne moída

Sopa com legumes variados

Pão torrado com requeijão e mamão

1 fatia desse pão com requeijão

 

 

SEGUNDA – 01/11/10 PONTUAÇÃO
CAFÉ DA MANHÃ  
1 1/2 fatia de mamão 1,5
1 fatia de pão de soja light 1
1 CS requeijão light 0
   
   
   
Subtotal 2,5
LANCHE DA MANHÃ  
1 fatia de pão de pizza c/ requeijão 2
   
   
   
Subtotal 4,5
ALMOÇO  
1 batata média no microondas 2
1/4 xícara de proteína texturizada  3
de soja com carne moída  
1 palmito 0
espinafre 0
1 laranja 1
   
   
   
Subtotal 10,5
LANCHE TARDE  
1 sorvete iogurte mix 1
2 copos de biscoito de polvilho salg. 2
1 pêssego 0
   
Subtotal 13,5
JANTAR  
1 xícara de macarrão 3
1/4 xícara de proteína 1,5
 texturizada de soja  
sopão 0
2 CS requeijão light 1
1 barra de cereal light 1
3 damascos 1
Subtotal 21
Pontos EXERCÍCIOS 4
TOTAL DO DIA 21
Pontos FLEX/DIA 1
Pontos FLEX/SEMANA 1
PROTEÍNA (3-4) 2 CARBOIDRATO (4-5) 5 VERDURAS/LEGUMES (3-4) 4 FRUTAS (2-3) 3 GORDURA (2) 0 LEITE E DERIVADOS (3) 2 34
PROTEÍNA (3-4) 3
CARBOIDRATO (4-5) 6
VERDURAS/LEGUMES (3-4) 3
FRUTAS (2) 4
GORDURA (2) 2
LEITE E DERIVADOS (3) 3


 

Segunda-feira, ok?

Olá, queridas e querido (Nando)!

Pois é, como eu havia dito antes, minhas visitas aqui têm sido curtas e espassadas e acho que o ritmo só vai acalmar lá pelo dia 9 de dezembro, quando acabo o último curso do Proinfo/MEC e as aulas estarão no fim. 

Tenho visitado vocês quando dá e deixado recadinhos, mas eu nem liguei o computador desde quarta-feira e não tenho parado nem para descansar. Amanhã vou trabalhar de mesária, então acho que posto só na 2ª feira. Tenho fotos, minhas medidas e notícias legais, outras mais ou menos.

Por enquanto vou postar o que uma amiga minha psicóloga postou no seu blog e me fez refletir... sou uma HISTÉRICA que, ao invés de ter ataques de histeria, ataca a comida. A cada dia que passa eu me convenço que a obesidade é um problema MUITO, mas MUITO mais sério e importante do que eu e a maioria da população mundial imagina...


Anorexia e bulimia revelam-se como sintomas histéricos contemporâneos

Obra analisa sintomas histéricos e desejos no contemporâneo

Paralisias nos braços ou pernas, desmaios e até cegueiras caracterizavam os sintomas das mulheres histéricas da antiguidade. Espasmos corporais também identificavam e marcavam o destino dessas figuras. Em um dos exemplos mais extremos, na Idade Média, as histéricas eram associadas à figuras demoníacas, e por isso eram queimadas em praças públicas a fim de "libertar" e "purificar" suas almas.

Para contnuar, clique AQUI.

30 de out de 2010

Cardápio

arroz integral com couve manteiga e proteína texturizada de soja + 3 CS da sopa para fazer molhinho gostoso

Suco de maracujá com couve manteiga (delícia!) e sopa de abóbora

Fazendo a sobremesa de morango (ver receitas)

Sobremesa light pronta

Sábado – 30/10/2010 PONTUAÇÃO
CAFÉ DA MANHÃ
2 ameixas secas na água 1
1 fatia de pão light 7 grãos 1
1 CS cottage 0
1 fatia blanquet peru 0,5
1 xícara de leite 2
Subtotal 4,5
LANCHE DA MANHÃ
1 fatia de melancia 0
Subtotal 4,5
ALMOÇO
1/2 xícara de arroz integral 2
1/2 xícara de proteína texturizada
 de soja com carne moída 3
ervilha torta cozida 0
couve manteiga 0
1 cc azeite 1
1 CS leite condensado c/ morango 2
Subtotal 12,5
LANCHE TARDE
3 damamscos 1
1 iogurte light de ameixa 1
Subtotal 14,5
JANTAR
sopa de abóbora 0
1 CS requeijão light 0
1 filé de peixe no microondas 3
1/2 xícara arroz integral 2
espinafre 0
1 sobremesa de morango 1
Subtotal 20,5
Pontos EXERCÍCIOS 0
TOTAL DO DIA 20,5
Pontos FLEX/DIA 0,5
Pontos FLEX/SEMANA 0,5
Sobras de pontos FLEX 34,5
PROTEÍNA (3-4) 3
CARBOIDRATO (4-5) 3
VERDURAS/LEGUMES (3-4) 4
FRUTAS (2) 4
GORDURA (2) 1
LEITE E DERIVADOS (3) 3


26 de out de 2010

DORMIR BEM AJUDA A EMAGRECER

Olá, queridas!

Tudo bem com vocês?!!! Estou postando meu cardápio aqui. Está tudo direitinho, mas tenho dormido pouco, por isso vou escrever pouco. Beijos a todas vocês! A semana promete!!!




Perdendo gordura num fechar de olhos
  
Sex, 08 Out, 04h22

Está tentando se livrar daquela gordurinha a mais? Vá dormir.

Pode soar absurdo, mas um estudo que designou aleatoriamente diferentes regimes de sono a pessoas em dieta descobriu que os participantes com apenas cinco horas de sono por noite perdiam muito menos gordura do que os que dormiam oito horas e meia.

A perda de peso total não foi diferente - os dois grupos perderam cerca de três quilos em duas semanas -, mas o resultado principal de uma dieta é perder gordura, e não músculos, disseram os pesquisadores.

Os participantes com pouco sono sentiam mais fome do que os outros, e tinham níveis mais altos de grelina, um hormônio que estimula o apetite, segundo o estudo.

"O principal é que, se as pessoas estão tentando fazer dietas e perder peso por motivo de saúde, faz sentido dormir durante um bom período todas as noites", afirmou o Dr. Plamen D.
Penev, professor-assistente de medicina da Universidade de Chicago e principal autor do estudo, que está sendo publicado nesta terça-feira em "Annals of Internal Medicine".


"Se essas pessoas não estão dormindo o suficiente enquanto fazem a dieta, elas podem sentir mais fome e dificultar a adesão ao regime".

O estudo foi pequeno, incluindo apenas 10 adultos; eles moraram num centro de pesquisa clínica durante semanas para que seus exercícios, alimentação e sono pudessem ser rigidamente controlados e monitorados.

© 2010 New York Times News Service Tradução: Pedro Kuyumjian
Copyright © 2007 Yahoo!. Todos os direitos reservados.
Privacidade - Termos do Serviço - Direitos Autorais - Precisa de ajuda?

24 de out de 2010

FILHOS SAUDÁVEIS - Parte 2 (introdução dos alimentos)

Olá lindas!

Hoje vou  compartilhar com vocês como foi o início da alimentação da minha filha, que hoje tem 10 anos e sempre teve corpinho perfeito por natureza, sem neuras.
Quem se interessar em ler a 1ª parte de FILHOS SAUDÁVEIS, clique aqui.

Já lhes contei que ela foi amamentada no peito até 1 ano e meio, mas o peito deixou de ser a única e exclusiva fonte de alimentação aos 5 meses e meio. Eu queria esperar até 6 meses, mas a pediatra me pediu para começar a introduzir outras coisas antes, paulatinamente, para não dar 2 choques de uma vez: minha volta ao trabalho e a introdução de alimentos.
1ª semana aos 5 meses e meio

Bom, começamos com sucos de frutas, maçã raspada, banana amassada, pêra e papinha de legumes. 
Nada industrializado, naquela época não havia acesso a produtos orgânicos como há hoje, mas eu higienizava bem os legumes e frutas, lavando-os, escovando e os deixo até hoje imersos na água com bicarbonato de sódio para eliminar agrotóxicos por 20 minutos.
Ela não estranhou nada, pelo contrário, gostou bastante e até segurava em uma colher para tentar comer junto e sozinha, se lambuzando toda (adoro!!!). A papinha eu não batia no liquidificador, mas esmagava os legumes com garfo. No início, eu fazia cada legume isoladamente, sem sal nem tempero, para ela sentir o gosto de cada um. Depois, aos poucos, introduzi um tiquinho de sal e temperos, como salsinha, cebolinha, manjericão, depois azeite, entre outros. Após alguns dias, eu comecei a cozinhar ou frango ou carne na comida dela, mas sempre tirava a pele e a gordura da proteína antes de colocar na panela.
Com 6 meses e meio, toda lambuzada
É importante estudar e observar bem o gosto da criança, para que ele seja respeitado. Até hoje, ela é "apresentada" a muitos alimentos, mas tem coisas que não passam "goela abaixo".
Gente, o mais engraçado é que,  ela nunca curtiu cenoura. No início, tentei adicionar temperos diferentes, mas ela tinha mania de cuspir no ato o que não a apetecia. Depois eu tentei esconder a cenoura em outros legumes, ou com a proteína (carne e frango), mas não teve jeito. A cenoura foi sempre cuspida. Sempre! As únicas vezes em que ela comeu cenoura foi na canja, mas mesmo assim ela tem de estar bem esmagada, misturada aos outros ingredientes.
Eu tentei fazer tudo o que não fizeram comigo quando criança com ela e parece que funcionou:
1.  A refeição foi sempre feita com calma., sem forçar para que ela comesse mais rápido.
2.  O leite após os 6 meses foi o Nan, mas logo passou a ser o de caixinha e desnatado. A pediatra nos explicou que o leite em pó, o semi-desnatado e o integral têm todas as vitaminas e minerais que o leite desnatado tem,  com o agravante de eles terem mais gordura, o que não é necessário para a criança. Além disso, o leite desnatado de caixinha tem a mesma consistência que o leite materno. Então, para quê engrossar o leite que ela tanto gostava?
3.  Achocolatado? Ela só descobriu que existia depois que foi para a escola, aos 2 anos anos. Gostou e até hoje toma achocolatado. Nesse ano, aos 10 anos, atendi aos seus pedidos para tomar achocolatado light. Um dia, há uns 3 ou 4 anos, ela quis provar do meu e gostou. Ela sempre me pedia para eu colocar o meu no seu leite porque “era mais gostoso”, mas eu não cedia porque era light. Só que aos 10 anos ela já faz o seu próprio copo e eu fiquei sem achocolatado várias vezes. Ora, para que brigar por bobeira? Paramos de comprar o comum e açucarado e ela está feliz.
4.  Jamais insisti para que ela “limpasse o prato”. Gente, eu fiquei com a minha avó, portuguesa com certeza, até os 4 anos de idade. Se eu nao deixasse o prato LIMPO, ela me colocava pimenta na boca. E achavam isso certo por causa da fome no mundo!!!! Sem comentários de novo! Enfim,  minha filha tem um “termômetro” interno (eu não me recordo de ter jamais tido algo parecido dentro de mim) que diz a ela quando ela está satisfeita. Nesse momento, quando ela era bebê, ela parava de comer e virava o rosto. Se a gente insistisse com a colherada e ela colocasse a mão na colher e não a boca, era hora de parar. Eu tive de adaptar o tamanho das refeições no seu prato ao tamanho do seu estômago. Mas como eu descobria o tamanho do estômago dela? Observando quando ela me dizia para parar. Esse era o tamanho do seu estômago!
5.  Os horários das refeições sempre foram respeitados, mas algo era oferecido a cada 3 horas. A pediatra me deu uma lista de alimentos que ela já podia comer e eu os oferecia. Se ela quisesse, ótimo. Se não quisesse, ok, chegava uma hora em que a fome batia e eu oferecia o alimento.
6.  Na fase de colocar coisas na boca, ela tinha mordedores e brinquedinhos com esse propósito. Na minha família, nessa fase dá biscoitos para a criança morder. Sem comentários...
7.  Biscoitos, bolachas e outras “cossitas” não fizeram parte de seu mundo até os (quase) 2 anos de idade. 

Como eu fazia em eventos sociais?
Ela comia antes das pessoas e brincava enquanto os demais comiam a refeição. Mesmo quando ela ficava conosco, sentada na cadeirinha, ela tinha seu prato e não pedia nossa comida. Acho que o bebê não se liga muito no que os outros estão comendo, principalmente quando ele não conhece o alimento e não sabe qual é seu gosto. Além disso, ela não ficava em pé na altura da mesa de doces e nem se interessava pelos mesmos, pois brincar era mais importante para a criaturinha.
Até bolo de aniversário ela achava o máximo pelas velas e enfeites, mas não sabia que aquilo era comestível. 

Bebidas?
Água, leite, sucos naturais e água de coco natural. Mais tarde aceitamos dar de caixinha também, mas ela ainda prefere o natural.

Emoções x comida? 
Não rolou, apesar de ela ter sofrido muito com esofagite de refluxo nos 5 primeiros meses de vida. Ela chorava muito e ficava horas no meu peito, mas logo isso foi diagnosticado e solucionado. Nós colocamos 3 volumes da Enciclopédia Britânica sob os pés da cabeceira do seu berço e, com a medicação foi melhorando. A bichinha acordava lá no pé do berço devido à inclinação, mas funcionou.

Como eu consegui protegê-la de tudo o que não era saudável?
Não deixei minha filha sozinha com ninguém além de seu pai até quase 3 anos de idade. Até a deixei com minha mãe para ir ao cinema algumas vezes, mas não ficava mais de 3 horas fora e com 1000 recomendações... Se a gente percebesse que eles tinham “apresentado” alguma coisa fora do que a gente deixava, eles sabiam que eu ia brigar feio. Afinal de contas, ninguém queria privá-la de nada, só retardar o encontro dela com certos alimentos, como açúcar e industrializados.

Somos perfeitos? 
Longe disso! Nós demos chupeta à pequena. Não me recordo o por quê exatamente, mas teve algo a ver com a esofagite de refluxo. Acho que foi um modo dela não cuspir o remédio (Ah, sim! Ela cuspia remédios e tem grande dificuldade em ingerí-los até a presende data - uffff!) 

Bom, no próximo post desta série vou lhes contar como ela comeu açúcar (e outras coisas) pela 1ª vez. Foi engraçado!!!

Beijos a todas e vamos passar este “finde” sem jacar, ok, amigas??!!!!

21 de out de 2010

Acabe com as pegadinhas que envolvem a alimentação saudável

Amores,

Não adianta forçar a barra. Eu tenho uma vida super-mega ocupada e tentar me comprometer a postar todos os dias vai resultar em fracasso. Eu não conseguirei cumprir com o compromisso. Por favor, tentem compreender que vocês vão me visitar umas 3 ou 4 vezes na semana para saber as novidades e eu idem, senão eu fico me sentindo "furona e ausente" e vocês vão se sentir frustradas com minha ausência. Vou postar algo que já tinha guardado hoje e, assim que der, posto algo sobre mim e vou visitá-las, o que geralmente acontece nos fins de semana.

Ah! Vou aderir ao esquema de visitar só quem me visita, OK?

Beijos no coração!

 Nem sempre ter um prato verdinho é garantia de que você está se alimentando direito

Por Andressa Basilio
 
Você pensa que ter uma alimentação saudável é sempre positiva? Pois, saiba que, assim como tudo o que é exagero faz mal, não poderia ser diferente em relação aos hábitos alimentares saudáveis. A nova onda de comida orgânica e livre de gordura trans pode estar difundindo na cabeça das pessoas a essencialidade dos bons hábitos alimentares. Isso é bom, mas o que dizer quando a diferença entre preocupação com a alimentação vira obsessão? Acredite, isso já foi notado na população e está sendo chamado pelos especialistas de ortorexia. 


A chamada ortorexia nervosa é caracterizada pela obsessão patológica pelo consumo de alimentos saudáveis e pelos cuidados com os alimentos. Segundo os especialistas, isso é prejudicial porque acaba interferindo em vários aspectos da vida da pessoa, tanto em relação ao tempo em que ela fica refém de preparar e escolher os alimentos, quanto ao convívio social. "A pessoa passa a não fazer refeições fora de casa, a não comer nada preparado por outra pessoa, ela se incomoda com os hábitos dos outros, ou seja, ela acaba perdendo o limite do que é cuidar da saúde e o que é obsessão", explica a nutricionista da Unifesp, Camila Leonel.  
Porém, a ortorexia é um conceito muito recente e ainda não é classificada como um distúrbio alimentar por falta de critérios para o diagnóstico. No entanto, o aparecimento dessa alteração do comportamento alimentar chama atenção para uma tendência do medo coletivo em relação à comida. "As pessoas estão ficando mais preocupadas com a qualidade de vida e com a saúde, mas acabam exagerando quando pensam que a alimentação se tornou algo ruim", diz a nutricionista da Unifesp.

Comer bem e direito não significa ter que excluir itens do cardápio, mas saber agrupar, combinar e reorganizar o cardápio de acordo com as necessidades e restrições de cada um. Para que você entenda melhor o que é preciso para ter uma alimentação realmente saudável, sem cair nas pegadinhas de senso comum e para celebrar o Dia Mundial da Alimentação, comemorado nesta sexta-feira (16), o Minha Vida foi desvendar algumas questões. Confira: 

1.Cortar de vez doces e gorduras
Errado. Muitas pessoas pensam que para reeducar a alimentação é preciso cortar o mal pela raiz. Porém, como ensina a nutricionista da Unifesp, Camila Leonel, comer guloseimas e gordura eventualmente não quer dizer ter uma alimentação ruim. "Existe uma faixa de consumo de gordura e de doces aceitável para se consumir todos os dias. Ninguém está livre de comer um doce ou de usar óleo para fazer comida. O problema é só quando isso passa a ser exagero", ensina a nutricionista. Na alimentação saudável entra de tudo. Por isso, não é nenhum crime querer um docinho de vez em quando. 

2.Quanto menos calorias melhor
As calorias são grandes inimigas de quem resolve fazer dieta? Não necessariamente. Segundo Camila Leonel quem quer ter uma alimentação saudável não precisa ficar se preocupando demais com as calorias. "Às vezes temos produtos alimentares que são mais calóricos e mais vantajosos. Um bom exemplo é um pão de forma normal e um pão de forma integral. O integral é até mais calórico, porém a quantidade de fibras compensa as calorias extras e acaba sendo melhor optar pelos integrais." É sempre melhor avaliar quais benefícios os alimentos podem trazer ao organismo em vez da quantidade de calorias que ele vai trazer.
3.Só na saladinha
Dica: não fique. Se você pretende ter realmente uma alimentação saudável, não pode focar apenas em um grupo alimentar. Aqui cabe definir que a lógica da alimentação completa e equilibrada é, como ensina Camila Leonel, incluir no cardápio um pouco de cada grupo alimentar, ou seja, uma fonte de energia, vitaminas, minerais e proteínas. Se você ficar só na salada, dificilmente vai conseguir satisfazer todas as necessidades de nutrientes do seu organismo. Sem contar que uma hora vai enjoar de fazer sempre a mesma refeição. 
Faça sua avaliação gratuita, descubra a sua faixa de peso ideal e como emagrecer de forma saudável.

4. Fora, industrializados!
Tem gente que faz uma verdadeira guerra contra eles. Mas, será que é válido dedicar todos os nossos esforços no combate aos industrializados ou é mais vantagem tentar controlar a qualidade e a quantidade do que ingerimos? É praticamente impossível viver apenas consumindo produtos naturais, por isso, a consciência de que ser saudável é equilibrar é, novamente, muito importante. Uma vez ou outra consumir um produto congelado ou enlatado não é problema, desde que se controle os excessos e se evite aqueles produtos que fazem mal especificamente para o seu organismo.
5.Não gosto disso e não me faz falta
Dependendo do alimento, sim, você pode seguir seu desejo e evitá-lo. Desde que você ache um substituto equivalente.
"Se a pessoa apresenta uma resistência aos legumes, por exemplo, o ideal é que ele consuma bastantes frutas, que pertencem ao mesmo grupo alimentar. Mas, essa medida é a curto prazo, porque o trabalho que fazemos a longo prazo ensina que uma pessoa precisa começar a experimentar novos sabores para agregá-los à alimentação, propiciando variedade", ensina a nutricionista.  

6.Ser vegetariano é ser mais saudável
Não necessariamente. Um dos maiores mitos que se criou hoje em dia é em relação à comida vegetariana. Aqueles que resolvem aderir de vez o cardápio precisam ficar atentos se não estão fazendo as substituições erradas na hora de se alimentar. De acordo com o endocrinologista Fillipo Pedrinola, especialista do Minha Vida, a dieta vegetariana é caracterizada por níveis reduzidos de gorduras saturadas, colesterol e proteínas animais, e níveis superiores de carboidratos, fibras, potássio e antioxidantes. Mas isso não significa que os vegetarianos não engordem. "É frequente vermos vegetarianos acima do peso. Isso ocorre, na maioria dos casos, porque a dieta puramente vegetariana muitas vezes não é capaz de suprir a quantidade necessária de proteínas, a menos que seja muito bem orientada", afirma ele.

7.Queime todos os carboidratos
Como toda fonte de energia, os carboidratos servem para serem gastos. Mas, alto lá: não se esqueça de repor tudo de volta. "Carboidratos são essenciais para o organismo, na medida em que são responsáveis por atividades corriqueiras como andar, correr e trabalhar", aponta Camila.
As pessoas costumam achar que precisam bani-los da dieta para não engordar. Tem até dieta que propõe cortes desse grupo. Mas isso, além de ser um erro, pode comprometer a saúde, uma vez que sua ingestão também alimenta as células do corpo, em especial as do sistema nervoso central. "Carboidratos não podem ser cortados da dieta. Muito pelo contrário, é recomendado seguir uma alimentação que forneça pelo menos 50% do seu total calórico deste grupo alimentar", ensina Camila Leonel.

Fonte: http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/12107-Acabe-com-as-pegadinhas-que-envolvem-a-alimentacao-saudavel.htm, acessado em 16/10/2010 às 21h49m.

20 de out de 2010

PROVAÇÕES

Saquem só a CENA: meio-dia, todo mundo varado de fome na escola, a coordenadora nos pediu para ir à biblioteca. Chegamos lá e tinha uma orgia de bolos e PATêeeeeeeeeeeeeeeeee!!! Gente, não há RA que resista a esta provação. 
Resultado: comi patê com bolacha cream cracker de almoço. PELO MENOS NÃO COMI NENHUM DOS 4 TIPOS DE BOLO, pq a eles eu resisto. Quero dizer, eu resisti porque tinha patê, então eu escolhi uma opção de coisa para comer. Meio-dia, gente! Que sacanagem!!!! Que vergonha, amigas!!!! 
Essa mesma coordenadora (que usa tamanho 38), na hora do recreio, disse que vai fazer uma comunidade no orkut dizendo que me odeia (brincadeirinha), porque eu estou muito gostosa. Aí eu disse que vou ficar tão gostosa quanto ela, aí ela foi na sala dela, pegou uma calça stretch nº 38 e me desafiou a vestir. Todo mundo apostou que iria entrar, mas eu me conheço e, é claro, entrou mas o zíper ficou um "V" BEEEEEEMMMMM aberto. Ainda preciso emagrecer uns 10 Kg para ele fechar. Tudo bem, calei a boca de todo mundo sem precisar brigar. Só que teve uma celebração na bioblioteca com umas pessoas da Secretaria de Educação e do rotary e sobrou o que vocês já sabem.
Depois do almoço fui à academia queimar essa gordura que não me pertence!!!!!!!!!
Ao final do dia, o saldo foi que comi 3 pontos FLEX, mas ainda tenho uns 20 pontos flex que poderei comer até 6ª feira. O estrago não foi grande. Eu curto os Vigilantes do Peso porque, se você faz direitinho, você não perde o controle dos pontos, mesmo cometendo deslizes como o meu de hoje. Também aprendi que se eu piso na jaca no almoço, isso não significa que o dia está perdido. Ou seja, eu posso retomar a RA nessa mesma refeição, ou na seguinte.

BEIJÃO! 

 Presente que ganhei da Paulinha:
1ª Regra: Indicar 10 amigas(os) que sempre te apoiam...
2ª Regra falar de quem te deu o selinho
A Paulinha é mineira, alegre, cheia de energia positiva, apaixonada pelo marido e pela vida, é professora e faz RA para conquistar saúde e ficar ainda mais linda! Ela tem uma coisa muito bem resolvida dentro de si, que eu acho que vai ajudá-la muito em suas conquistas, que é ótima auto-estima e grande alegria de viver.
Eu torço muito para que ela conquiste seus objetivos e tenha muito sucesso em sua vida.
Paulinha, você é muito legal!
3ª Regra colocar do lado do blog...
4ª Regra dizer o que te deixa nas nuvens:
Que pergunta indiscreta... rsrsrsrs além DISSO (preciso dizer?), uma excelente massagem relaxante me deixa nas nuvens!!!!

Beijos!!! 

AMEI esse esmalte que passei! É o Perolado New York da Ana Hickman.

18 de out de 2010

FILHOS SAUDÁVEIS - Parte 1 (amamentação)


Eu gostaria de fazer alguns posts sobre algo que eu acho que fiz e continuo a fazer muito bem, que é cuidar da alimentação da minha filha. Não sou mãe perfeita, nem ela é uma criança livre de problemas, pois ninguém é perfeito, mas no quesito alimentação, acho que tenho feito um bom trabalho sem forçar a barra, então decidi escrever sobre a forma que a criamos em relação à alimentação e espero inspirar minhas amigas de blog que ainda vão ter seus filhos. Para quem não me conhece, eu engravidei após ter ficado 4 anos no meu peso-meta (61kg). Vocês poderão conhecer um pouquinho mais clicando AQUI.

Quando a minha filha nasceu, eu fui radical quanto à sua alimentação. Eu não a deixei sozinha com ninguém da família, fora eu e meu marido, até ela completar uns 3 anos. Foi difícil, mas as pessoas insistiam para eu dar chá disso e daquilo, bolacha de maisena  e outras coisas que eu nem me lembro. Eu sabia que a alimentação até os 4 anos de idade define como a pessoa vai ser para o resto da vida, então eu fiz questão de protegê-la dos alimentos industrializados e cheios de conservantes que existem por aí. 

Também quis livrá-la da mesma infância que tive, sendo chamada de gorda, balofa, rolha de poço, saco de areia, entre outros. Eu sofri muito quando criança e adolescente por causa do sobrepeso e, como já conhecia a vida saudável, resolvi que iria ensiná-la a ter prazer em comer, sem se empanturrar, nem descontar na comida suas necessidades, emoções e frustrações.

A minha filha foi amamentada SÓ E EXCLUSIVAMENTE do meu peito até os 5 meses e 3 semanas. Ela não tomou água, suco, chá, NADA! SOMENTE O PEITO. Deu trabalho? Sim, principalmetne nas 2 primeiras semanas de vida, porque eu não sabia ser mãe e ela não sabia sugar. Houve um dia em que eu estava com o peito enorme e empedrado, ela chorava muito, aí eu liguei pra pediatra dela chorando e pedindo ajuda. Ela me mandou ir para o hospital onde ela estava dando plantão. É um hospital público estadual e também onde os alunos da faculdade de medicina "treinam" durante a facul. Ao chegar lá, a pediatra me encontrou no corredor, disse que ia fazer um parto e me deixou com várias enfermeiras. Depois fiquei sabendo que elas são do grupo da Dra. Keiko Teruya uma brilhante pediatra daqui. Enfim, elas pacientemente apertaram minha mama para o leite "escorrer", me ensinaram a amamentar e ensinaram minha filha a mamar. Se elas não tivessem me dado aquela assistência naquele momento, a amamentação teria sido descartada. Mas houve também MUITA DETERMINAÇÃO da minha parte. Durante a gravidez eu tinha lido livros, conversado com muita gente e eu SABIA que eu iria conseguir amamentá-la. Eu só não sabia o quão difícil isso seria no início.
Esse momento da nossa vida foi tão determinante que eu hoje posso até tomá-lo como exemplo de como eu consigo atingir meus objetivos quando eu decido realmente que eu posso, eu consigo e eu sou capaz de atingí-lo.

Ela foi um bebê saudável, não teve nem coriza até quase 2 anos e eu devo isso à amamentação. Eu a amaentei no peito até 1 ano e meio e a desmamei quando EU estava pronta, pois amava o contato próximo e a troca de afeto que a amamentação proporciona e, emocionalmente, para mim, foi bem forte. Acho que para ela também, mas o desmame aconteceu aos pouquinhos, ludicamente, e ela acabou acostumando a ficar sem a "tetê". No próximo post falarei sobre a introdução dos alimentos na sua dieta.

MAIS SOBRE AMAMENTAÇÃO - CLIQUE AQUI!!!

Well, my friends, essa foi a primeira parte. Vou escrever por fases para não virar livro. Rsrsrsrs
Minha RA continua bem. Hoje não fui trabalhar, então fiz 1h30min de ginástica (3 pontos extras).

Café da manhã:
3/4 copo de all bran flakes - 1 pt
1 Kiwi - 0 pt
1 activia light de morango - 1 pt

Lache da manhã: 1 mini pão francês com 1 CS requeijão light - 2 pontos

Almoço:
1/2 copo de arroz integral - 2 pts
1 filé de pescada no microondas - 3 pts
brócolis e agrião: 0 pt
1 copo de suco de maracujá com couve-manteiga: 0 pt
2 quadradinhos de chocolate: 1 pt
O que está escuro é do vinagre balsâmico que eu uso para temperar.

Lanche da tarde:
1 pct de cookies light - 2 pts
1 mini pão francês com 1 CS cottage - 2 pontos
1 fatia de blanquet de peru - 0,5 pt

Jantar:
1/4 copo arroz integral: 1 pt
1/4 copo feijão: 1 pt
1 porção de sobrecoxa de frango: 3 pontos
1 prato de agrião: 0 pt
1 banana prata: 1 pt
1 copo de suco de maracujá com couve-manteiga: 0 pt 

Ceia:
 2 torradas light: 1 pt
2 CS cottage: 1 pt
chá verde: 0 pt

Total: 22,5 pontos! Como fiz AF de manhã, quitei minha cota de 20 pontos para o dia terminar feliz! 

OBS.: Tô com fome agora (23h17) e vou dormir logo para não fazer besteira!

GENTE, COMO EU QUERO CHEGAR AOS 61KG!!! 
ÓTIMA SEMANA A TODOS NÓS!!!!!!!

MANUTENÇÃO DO PESO

META ATINGIDA EM 70 SEMANAS (25/02/2011, MEU NÍVER DE 48 ANOS) = 343G/SEMANA

POSTS MAIS POPULARES