TRANSLATE THIS SITE

Pessoas que me motivam

28 de fev de 2011

A PRESSA E A OBESIDADE

Eu já comentei aqui diversas vezes que minha vida quando trabalho me engorda. Porque eu já sou ansiosa por natureza e a pressa me deixa mais ansiosa ainda: eu como sem pensar, tenho fome sem sentir,  esqueço o que comi, perco o meu foco, me distraio, me concentro, corro, subo, desço, vou e venho no ritmo do trânsito, dos alunos, dos pedestres, das exigências do cotidiano e, quando assusto, o dia se foi e EU não vivi, só sobrevivi. Viver intensamente, sentir, ter melhor qualidade de vida, enfim, me sentir equilibrada só acontece quando estou em férias. Tenho feito muito progresso nos últimos 10 anos, no sentido de diminuir a carga e o ritmo, mas eu ainda quero me sentir feliz, TRANQUILA e satisfeita com minha qualidade de vida nos 11 meses em que não estou em férias. Eis aqui mais um desafio que tenho a atingir. Quem sabe o BLOG me ajude em relação a isso também. O GILBERTO DIMENSTEIN (adoro) escreveu este artigo na FOLHA DE SÃO PAULO que caiu como uma luva nessa minha situação de ansiedade e dificuldade em manter-me mais magra e bem. Espero que vocês também gostem. 

O QUE VOCÊS ACHAM SOBRE O SEU  
RITMO DE VIDA X ANSIEDADE X ALIMENTAÇÃO?




Devagar se vai longe?
São Paulo, domingo, 06 de fevereiro de 2011

Se alguém não estiver apressado ou, pelo menos, parecendo apressado, deve ser um desocupado


ESTÃO CONSEGUINDO fazer aqui em Harvard a união das crenças milenares do budismo com a neurociência, mostrando como a meditação altera áreas do cérebro e produz bem-estar: menos ansiedade, depressão e dores crônicas. E até menos propensão à obesidade.
Submeteram 2.250 universitários a testes de ressonância magnética, depois de passarem por exercício de meditação. As imagens exibiram ampliação nas áreas do cérebro associadas à memória, à aprendizagem e ao equilíbrio emocional e redução daquelas ligadas ao estresse.
Essa química entre um conhecimento de 2.500 anos com neurocientistas e psiquiatras, munidos com máquinas que detalham o funcionamento do cérebro, reflete a inquietação dos cientistas diante da epidemia de ansiedade, traduzida no consumo crescente de remédios.
Por trás dessa discussão, existe a suspeita de que tanta pressa está deixando as pessoas inseguras, perdidas em meio a tanta informação. Se alguém não estiver apressado ou, pelo menos, parecendo apressado, deve ser um desocupado e, portanto, um fracassado.
Professor de psicologia da faculdade de medicina de Harvard, Ronald Siegel criou um centro de pesquisa, próximo ao campus, em que se investigam os efeitos da meditação e como colocá-la no cotidiano. Ele lançou recentemente um livro sobre técnicas da atenção ("Mindfulness Solution").
Todos daquele instituto são professores ou pesquisadores convencidos de que aprender a se concentrar, vivendo melhor o tempo presente, produz gente mais equilibrada e eficiente. O que, segundo eles, ajuda os efeitos dos remédios e da terapia.
São ensinadas técnicas simples. Ronald Siegel, por exemplo, caminha de um jeito diferente: ele se concentra em cada passo e observa como o movimento produz reações em seu corpo. Deixa-se entregar ao voo de um passarinho, à brisa que bate em seu rosto ou aos risos de uma criança brincando no parque, sempre observando como cada coisa se passa dentro dele. "Estar presente de fato, não fugir da realidade, é um jeito de moldar o cérebro para as adversidades", diz o professor. Estar presente não significa, acrescenta, sentir só a brisa no rosto num dia primaveril, mas não fugir do sofrimento.
A pressa é um dos fatores que estimulam a obesidade. Na semana passada saiu um relatório mostrando como está acelerando mais do que se imaginava a epidemia do sobrepeso.
Para ajudar os pacientes a se alimentarem melhorar, o Boston Medical Center se inspira nas lições de meditação. Aprendem a saborear uma única passa durante vários minutos, experimentando diversas sensações. Trava-se, assim, uma guerra contra o fast-food.
Não estivéssemos falando de gente que ensina na faculdade de Medicina de Harvard, cujas descobertas foram publicadas em duas revistas acadêmicas de psiquiatria, este artigo iria parecer reflexão de hippie esclerosado ou bicho-grilo.
Foram feitos vários testes revelando que a dependência da informação é semelhante, em muitos casos, à dependência química. Isso é o que se vê quando se pede para que os jovens fiquem sem acesso a internet e longe do celular. Responde-se apenas ao estímulo externo, na busca diária de mais um aplicativo (o mais baixado, durante muito tempo, foi um que reproduzia os efeitos sonoros da flatulência).
Não se está fazendo uma daquelas críticas retrógradas às tecnologias, afinal quem não quer usar o Skype ou ter acesso aos amigos pelo Facebook? Na semana passada, o Google divulgou um projeto que permite uma visita virtual a alguns dos melhores museus do mundo, com chance de dar zoom nas obras. O problema é saber até que ponto tanta informação exterior inibe o autoconhecimento interior.
Segundo os textos de Ronald Siegel, não viver a tristeza, comum a qualquer ser humano, é sedimentar o caminho para a depressão. Imagina-se muitas vezes, nesta era do entretenimento, que tristeza é uma falha a ser enfrentada com drogas ou remédios tarja preta. "Quando não se está presente, não se vivencia nem a tristeza nem a felicidade", diz ele.
O problema é que pressa em excesso tem gerado desequilíbrios, que acabam numa mesa de cirurgia ou no divã de um psiquiatra. Por isso, há quem aposte que uma das tendências contemporâneas é fazer menos coisas e com mais qualidade, na suposição de que, como diz o ditado, quem tem pressa come cru -e quente.

PS- Um bom uso da tecnologia. Harvard e MIT, duas das melhores universidades americanas, têm colocado mais aulas na internet, acessíveis a qualquer um. Coloquei alguns endereços no www.catracalivre.com.br.

gdimen@uol.com.br

 Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0602201122.htm, acesso em 06/02/2011.

22 de fev de 2011

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR EXIGE MUDANÇA DE HÁBITOS

Queridas!!! Agradeço de coração os elogios que vcs me fizeram! Vcs não sabem como me fazem bem! 

Agora quero me desculpar pela ausência nos vossos cantinhos. Tenho tido trabalho d+, aulas para preparar, projetos, fora casa, filha, RA, AF, enfim, tô ainda um tanto atrapalhada com a vida profissional, a boca nervosa, a ansiedade e ainda tenho MUIIIIITTTTOOOO trabalho psicológico para fazer aqui dentro de mim. 

Agora começa a verdadeira RA, que é manter-me no meu peso. Depois escrevo mais sobre essa batalha diária. Eu ainda preciso conciliar trabalho com alimentação saudável porque o que eu faço é trabalho = ansiedade + boca nervosa. Hoje mesmo  fiz tudo 90% certinho, mas agora à noite a Luana pediu sorvete e eu comi mais do que devia. Sem comentários. Adoro todas vocês e realmente espero voltar a visitá-las regularmente em breve, pq tenho pipocado nas raras vezes em que consigo vir aqui e isso me deixa frustrada porque quero muito me manter em contato com vocês. Sinto saudades e falta disso aqui.

Bjs no coração de cada uma!

 

Reeducação alimentar exige mudança de hábitos

19 de fev de 2011

ATUALIZAÇÃO SEMANAL

Sábado,  19/02/2011.

Olá, queridas!

Esta semana tem sido de mudanças radicais na minha vida. Não dá para entrar em detalhes, mas posso adiantar que muitas áreas importantes estão sendo, aos poucos, melhoradas. Da mesma forma que, para emagrecer é preciso ter determinação e se FOCAR nos objetivos e nas estratégias, nas ferramentas que nós vamos usar para chegar à nossa meta, nos demais setores de nossas vidas não é diferente. Dá muito trabalho viver, principalmente se nós queremos ter uma vida de qualidade física, emocional, mental, profissional, familiar, conjugal... UFA!!! Quanto trabalho, né? Ainda mais, há o trabalho braçal de casa.

O que posso lhes dizer é que tenho me esforçado e algumas arestas de setores que estavam pendentes estão começando a ser aparadas, o que me dá muita esperança de que eu melhore não só na RA, AF, RF, mas também em outras áreas de minha vida. E como eu já aprendi que mudanças firmes e duradouras ocorrem paulatinamente, .... haja PACIÊNCIA e trabalho árduo!!!

Tenho visitado todas aos poucos pq nem tenho conseguido acessar o blog nos dias de semana. Meu trabalho tem me tomado muito do meu tempo, como também esse trabalho para melhorar outros aspectos de minha vida.

Como estou em fase de mudança para melhor, hoje caprichei no visual! Mudei os cabelos e pintei as unhas de azul cintilante que ficou lindo.

Seguem fotos abaixo: fiz reflexo no cabelo pela 1ª vez na minha vida e AMEI os resultados! Minha cunhada é dona de um Salão de beleza e ela é fera! Gostei muito dos resultados! Tô gatona!!!! rsrsrsrs



TO cm reflexo! 1ª vez na vida e adorei os resultados!


Vou participar deste desafio pq gostei do blog da Jaque.

Nessa semana engordei 300g e ainda me faltam 500 pra chegar aos 61 encantados. Faço 48 aninhos no dia 25, então gostaria de chegar lá nos 61 e meta alcançada. Vamos ver...

 


A idéia é estabelecer uma meta e as estratégias para alcançá-la e manter 10 dias perfeitos.
Meu peso atual: 61,500Kg
Meta: 61 kg
O que eu vou fazer para alcançar a minha meta:
* Seguir minha cota semanal de pontos do VP: 20 pontos por dia + 35 pontos flex por semana! 
* Eliminar refrigerante, chocolate, torradas light.
* Tomar 2 xícaras de chá verde por dia.
* Manter musculação 4X na semana.
* Pedalar 1 h por dia aos sábados, domingos e feriados 5 vezes na semana.
* Beber bastante água.
Espero conseguir!!

13 de fev de 2011

NOVIDADES E FOTOS

Olá, galerinha linda!!!

Hoje estou trabalhando num projeto e achei essas fotos em um CD meu de 2009. Loucura, loucura, loucura! Nem eu acredito na minha transformação!!!! Nessa época eu achava que eu era caso perdido e encerrado, tomava remédio para depressão e estava esperando a vida passar - literalmente!

Dia das Mães 2009 - Eu não estava grávida, viu?!
Impressionante!
Eu tenho uma capacidade assutadora de me transformar sem fazer cirurgia plástica!!!!


Ainda faltam 300g para eu chegar aos 61Kg... rsrsrsrsrsrssr tô rindo de mim mesma!!! Nesta semana emagreci 600g. Ainda estou aprendendo sobre mim mesma, viu! Esse aprendizado só vai acabar quando eu morrer. Foi só voltar a trabalhar que a boca nervosa ressurgiu das profundezas da alma! Boca nervosa e mão ligeira que cata um biscoito com patê daqui e engole sem fome, mas só pelo olho. Uma vergonha para quem venceu tantas bareiras, mas eu digo sempre: chip de gorda não tem jeito, a gente tem que criar ourtros chips para fazer ele ficar hibernado, senão, num descuido, ele volta à ativa rapidinho!

Mesmo voltando a trabalhar, ficando ansiosa e tendo umas atitudes nem um pouco saudáveis de vez em quando, eu emagreci!  Acho que desta vez foi porque tô subindo e descendo escadas no trabalho diretão: 3 andares de escola equivalem a uns 5 de prédio normal. Então, além da academia 4 dias/semana, eu tive o "adicional" das escadarias. Menos mal! Agora fico no suspense: será que eu chego aos  61 até 6ª feira que vem?

Eu sou uma vitoriosa, sim! Caraca, vai emagrecer assim lá na casa do chapéu! Rsrsrsrs é, eu moro na casa do chapéu, então! Êta processo suado, sofrido e LEEEENNNNNNNTTTTTTTTTOOOOOOOOOO! Testei toda a paciência que existia dentro de mim e tive que criar MAIS paciência. Que processo bonito de auto-análise, autoconhecimento, aprendizado, cair e levantar mil e tantas vezes, mas NUNCA, NUNCA, NUNCA, NUNCA DESISTIR!!!!!!!!!!!

Desejo que cada uma de vocês consiga emagrecer e possa sentir a emoção que eu estou sentindo nesse momento. OBRIGADA a todas vocês que me inspiraram, me ajudaram,  me apoiaram e me INCENTIVARAM nos altos e baixos do meu caminho!

11 de fev de 2011

PAIS SAUDÁVEIS, FILHOS SAUDÁVEIS

Pais saudáveis, filhos saudáveis

(Matéria da REVISTA PAIS E FILHOS)

PAI E MÃE QUE COMEM MAL E SE EXERCITAM POUCO VÃO CRIAR UM FILHO COM POUCA TENDÊNCIA A TER HÁBITOS SAUDÁVEIS. VEJA COMO MUDAR OS COSTUMES DE SUA FAMÍLIA SEM ESTRESSE

por Sofia Benini, filha de Maria Paula e Nery
Está comprovado, agora por pesquisas: os hábitos alimentares dos filhos são influenciados pelos dos pais. Então, não tem como fugir. Se você ainda não adquiriu hábitos saudáveis na alimentação, que tal começar agora? A autora do livro “Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis" (Ed. Vigilantes do Peso), Karen Miller-Kovac , cientista-chefe da Weight Watchers, ensina que há cinco regras básicas para essa mudança ter sucesso: priorize alimentos saudáveis e nutritivos; inclua guloseimas no dia a dia; limite o tempo de TV e computador a duas horas (ou menos) por dia; pratique pelo menos uma hora de atividades físicas diariamente e: as regras se aplicam a todos os que moram na casa. Veja mais dicas:

*  Ter um estilo de vida saudável é fazer refeições nutritivas e se exercitar sempre, e não uma dieta de baixas calorias ou fazer exercícios que nem louca. Não é pra ser um sofrimento, nem pra passar fome. É pra ter um pensamento voltado para sua saúde e bem-estar. E isso tem tudo a ver com suas escolhas: abrir mão daquela sobremesa, trocar a bala por uma fruta...
* Se sua família não é um exemplo de vida saudável, saiba que tentar mudar tudo de uma só vez é praticamente impossível — e não é recomendado! É melhor dar passos pequenos, mas progressivos. A família que é acostumada a comer frituras, doces e comidas gordurosas todos os dias vai estranhar um pratão de salada, legumes refogados e frango grelhado, certo? O lance é ir inserindo esses alimentos novos aos poucos. Faça uma refeição mais leve, veja como seu filho reage, descubra o que ele gosta...
* O truque é escolher as mudanças que vão encontrar menor resistência e implementá-las de forma realista e consistente. Com o tempo, a mudança se mostra mais agradável do que se previa e a resistência diminui. Além disso, os benefícios aparecem: todos se sentirão mais dispostos, com uns quilinhos a menos... 
* Como todos os familiares são modelos para as crianças, atividades em família são ótimas opções. Fazem bem à saúde de todos e mostram que o exercício é importante não só para aqueles que estão com quilinhos extras.
* Coloque o TV e computador na sala, na biblioteca, mas não no quarto. Pesquisas revelam que crianças que têm televisão no quarto têm maior tendência a desenvolver problemas de peso. Diante do desenho preferido, elas não vão querer andar de bicicleta – e, de quebra, várias calorias não serão queimadas.

FONTE: http://www.revistapaisefilhos.com.br/comportamento-familia/293/pais-saudaveis-filhos-saudaveis, acesso em 04/02/2011

LIVRO: http://www.vigilantesdopeso.com.br/livro_e_receitas_interna2.aspx



Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis
Escrito pela cientista-chefe da Weight Watchers International, Dra. Karen Miller-Kovac, com prefácio do Dr. Walmir Coutinho, presidente eleito da IASO (Associação Internacional para o Estudo da Obesidade), Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis propõe a construção de uma Casa Saudável, onde todos os familiares — crianças e adultos, mais magros ou mais pesados — têm um estilo de vida saudável.
O livro parte da comprovação científica de que os filhos são profundamente influenciados pelos hábitos dos pais e de outros familiares, e apresenta cinco regras simples para a adoção de comportamentos que contribuem para a saúde de todos. Além das regras, a autora explora cinco importantes papéis desempenhados pelos pais e revela estratégias bem-sucedidas para lidar com desafios do controle do peso.
Aprenda a influenciar toda a sua família de maneira positiva!

9 de fev de 2011

5 REGRAS SIMPLES PARA UMA CASA SAUDÁVEL

De: Karen Miller-Kovach
Tradução: Liliane Ohayan


O livro Pais Saudáveis, Filhos Saudáveis do Vigilantes do Peso é um guia abrangente com respostas a dúvidas frequentes e orientações sobre peso saudável para toda a família.
 
O capítulo 4, “As Cinco Regras”, descreve cinco regras fáceis, simples de entender, que todos devem seguir em uma Casa Saudável:

Regra 1: Priorize os alimentos saudáveis e nutritivos
 
A alimentação em uma Casa Saudável dá ênfase aos alimentos saudáveis e nutritivos. A maioria desses alimentos é rica em vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes e de baixas calorias. Eles são servidos em todos os lanches e refeições, pois promovem o peso saudável e o bem-estar de todos.
Para colocar esta regra em prática:
• Opte por grãos integrais sempre que possível.
• Dê preferência a água, bebidas não calóricas e leite semidesnatado ou desnatado.
• Inclua muitas frutas e legumes na alimentação diária.
• Consuma pequenas quantidades de óleos saudáveis
• Preste atenção na gordura e no açúcar que podem estar “escondidos” nos alimentos comprados prontos.
• Sempre tome café da manhã.
• Estabeleça horários fixos para os lanches e refeições sempre que possível.
• Faça refeições em família sempre que possível.
 
Regra 2: Inclua Guloseimas no dia a dia 
 
Guloseimas são alimentos cheios de calorias, com baixo valor nutricional, tidos como grandes fontes de prazer. Exemplos de guloseima são: refrigerantes, a maioria das sobremesas, balas e alimentos industrializados. As guloseimas são parte importante das nossas vidas. Comer uma ou duas diariamente, em porções razoáveis, é prazeroso, reduz a sensação de privação e apóia padrões de alimentação realistas e sustentáveis. Lembrar que o consumo deve ser feito em porções razoáveis é muito importante, porque, da mesma forma que o nosso peso aumentou nos últimos 30 anos, o tamanho das porções que consumimos também cresceu.

Regra 3: Procure limitar o tempo de uso da TV e do computador a duas horas (ou menos) por dia 
 
Computadores, DVDs, videogames e TV ocupam muito tempo na vida das crianças modernas. Estima-se que mais de 25% das que estão em idade pré-escolar assistam a pelo menos quatro horas de televisão diariamente. O aumento desse número de horas está relacionado ao ganho de peso. O tempo de exposição à TV e aos computadores afeta o peso porque sentar em frente à tela queima muito menos calorias do que brincar no quintal.
A fim de prevenir o sobrepeso, os pediatras aconselham limitar o tempo de uso da TV e do computador a duas horas, no máximo, por dia, para crianças maiores de dois anos. Para aquelas com menos de dois anos, a recomendação é de que não tenham acesso a esses aparelhos.

Regra 4: Pratique pelo menos uma hora de exercícios diariamente
 
Os especialistas recomendam a prática de uma hora de atividades físicas por dia a todas as crianças e aos adultos que queiram manter o emagrecimento. Eles concordam que o nível médio atual de atividades físicas não é suficiente para prevenir o ganho excessivo de peso nem para levar ao emagrecimento das crianças: a maioria faz meia hora de exercícios por dia — a metade do que deveria.
Os horários de exercício podem substituir o sedentarismo e ser uma diversão para a família inteira. Para isso, as atividades preferidas pelas crianças devem ser levadas em consideração.

Regra 5: As regras se aplicam a todos os que moram na casa 
 
O estilo de vida saudável não é só para os membros da família que têm problemas de peso. As regras funcionarão melhor se todos as seguirem. Todos os familiares, com o peso saudável ou não, têm a ganhar com o que elas propõem. Os que têm histórico de excesso de peso se beneficiam ainda mais.

Fonte: http://www.vigilantesdopeso.com.br/artigos3.aspx?id=40, acesso em 03/02/2011. 

Mais: Matéria sobre o livro na REVISTA PAIS E FILHOS

7 de fev de 2011

RIR TAMBÉM AJUDA A EMAGRECER


Rir é o melhor remédio

MARCELO GLEISER

São Paulo, domingo, 06 de fevereiro de 2011


Se a depressão e a tristeza afetam o organismo, me parece razoável que o riso possa atuar a seu favor


OUTRO DIA, li na revista americana "New Yorker" um artigo sobre o "guru do riso" que anda atraindo milhões de pessoas. Não, não se trata de um comediante famoso, e sim de Madan Kataria, médico indiano de Mumbai que desenvolveu técnicas para induzir o riso nas pessoas.
Segundo Kataria, o riso faz bem, tanto à saúde física quanto à psicológica. Seu movimento vem se espalhando pelo mundo e atrai muitas celebridades. Recentemente, Kataria apareceu no palco dos estúdios da Sony Pictures, em Los Angeles, ao lado da atriz Goldie Hawn.
Quem entender um pouquinho de inglês pode ver vídeos do médico em ação em laughteryoga.org. Eu assisti e ri muito. Existe algo de contagioso no riso, mesmo quando começa forçado. E logo deixa de ser.
Será que o riso pode melhorar sua saúde? Quem não acredita que rir só faz bem (quando não é malicioso, claro)? Se não gostássemos de rir, comédias não existiriam. Arthur Koestler, em seu livro "O Ato da Criação", argumenta que humor e criatividade têm muito em comum.
Numa boa piada, existe uma ruptura lógica, um ponto em que a narrativa toma um rumo inesperado. É aí que rimos. Todo mundo sabe que piada explicada não é engraçada.
Koestler diz que esse ponto de ruptura surge na criação, quando uma visão nova e inesperada surge dos recessos do inconsciente. Sabemos muito pouco sobre criatividade e riso. As ideias de Koestler deveriam ser mais exploradas.
Vários estudos vêm tentando quantificar os benefícios médicos do riso. Se a depressão e a tristeza podem afetar negativamente o sistema imunológico, parece razoável que o riso possa ajudá-lo. Porém, de modo geral, os resultados desses estudos são contraditórios. Alguns dizem que o riso é mesmo bom para a saúde. Outros, que não faz diferença.
Talvez os resultados ambíguos venham do tamanho relativamente pequeno dos estudos, ou porque em alguns deles o riso é induzido a partir de comédias na TV, como "O Gordo e o Magro" e "Abbot & Costello".
O assunto é fascinante o suficiente para merecer estudos mais detalhados. Qual a diferença entre o riso dos humanos e o dos gorilas, que riem quando sentem cócegas? Será que rir de uma piada pode ser usado como teste de inteligência em computadores? Semana passada perguntei se máquinas podem se apaixonar. Será que podem rir? Ou melhor, ter senso de humor?
Robert Provine, neurocientista da Universidade de Maryland que realizou estudos baseados na observação de pessoas em situações sociais, escreveu: "A melhoria da saúde a partir do riso permanece uma meta inatingida, mesmo que extremamente desejável e viável". Existem muitos tipos de riso, alguns relacionados com a comunicação entre dois ou mais humanos, outros fisiológicos, quando sentimos cócegas.
Quando falei no assunto com leitores aqui nos EUA, recebi várias mensagens, algumas de pessoas com câncer, relatando como o bom humor faz com que se sintam melhor. Sei que quando olho para a minha estátua do "Buda Sorridente", me sinto bem. Talvez o nível de meus hormônios relacionados com o estresse decresçam um pouco. Mesmo que a ciência permaneça inconclusiva, vou tentar alguns exercícios de Kataria. Afinal, fora uma câimbra na barriga, mal não vai fazer.

MARCELO GLEISER é professor de física teórica no Dartmouth College, em Hanover (EUA), e autor do livro "Criação Imperfeita".

4 de fev de 2011

AINDA FALTAM 900g

Olá, amigas!

OBRIGADA de todo o meu coração pelas palavras carinhosas de todas vocês!!!!!! 
Infelizmente, pela balança oficial dos Vigilantes do Peso, ainda faltam 900gramas. Deu 61,900. AIIIIII! Que PACIÊNCIA que a gente tem que ter nesse processo! Preciso aprender a fazer MEDITAÇÃO! Desde antes do Natal que eu estou empacada nesses 2 últimos quilos.
Eu sei o que devo parar de fazer: roubar colheirada do sorvete da Luana, roubar naco de pão francês da Luana, roubar gole de cerveja ou vinho do marido, furtar retângulinhos de chocolate dos dois. Ai, caraca, que ladra de guloseimas que eu sou! Passa o cadeado na geladeira!!! Rsrsrsrsrsrssrsr Olha o chip defeituoso aí! 
Na verdade, essa meta de 61 Kg é minha, porque é o peso que tive na 1ª vez que fiz os Vigilantes e me mantive na meta de 1996 a 1999. Quem não me conhece, ou não se lembra disso, SENTA QUE LÁ VEM HISTÓRIA e CLIQUE AQUI! :-))

Naquela época eu tinha 33 anos, mas agora estou no início da Dona M, mas essa é OUTRA, é a Dona Menopausa (:-0 e a minha nova meta, segundo my doctor, é 63Kg. No entanto, eu quero chegar aos 61 por motivo de orgulho pessoal, também para ter um IMC 23,5 e ter 2 Kg de lambuja para poder sapatear feliz entre 60 e 62,5 e assim ficar feliz e tranquila. Mas, porém, todavia, contudo... (rsrsrssr) essa última parte ainda não aconteceu. MAS VAI ACONTECER EM BREVE!!!!!!!!!! ME AGUARDEM!!!!!!!!!!!!!!!!


Calculadora IMC
Peso: kgs
Altura:

m
cm


Dieta e Saude

Bora começar a nova semana no sabadão e gentem, PLEASE!!!! Sem jacadas de fim-de-semana, tá?!!! Beijocas!


PS:  Minha amiga Silvana tá precisando de uma forcinha de todas nós! É só dar uma olhada nos 2 últimos posts dela AQUI.

3 de fev de 2011

PESAGEM, ENQUETES e DISCIPLINA

Olá, queridas!

Acredito que eu tenha chegado à minha meta. Pesei aqui em casa 3 vezes e deu 61 Kg!!!!! Ainda vou aguardar minha ida aos Vigilantes do Peso nesta 6ª feira, mas tô que num güento de felicidade, apesar de hoje acabarem minhas FÉRIAS..... Buááááááaáá´!!!! Feliz e ao mesmo tempo triste por acabar a VIDA BÔA que só!!!!


Estou postando hoje para pedir a vocês que respondam às minhas enquetes no canto superior esquerdo do meu blog. Eu gosto de saber a opinião de vocês sobre estes assuntos.
Eu já encerrei uma, sobre o peso que vocês adorariam de emagrecer semanalmente. O resultado da enquete (1 a 1.5 kg por semana) é "ideal" para um mundo utópico e pessoas "perfeitas". Amigas, nós somos HUMANAS!!!! Não dá pra emagrecer tudo isso sempre! Eu ainda não cheguei "oficialmente" na minha meta e estou completando 67 semanas de RA nesta 6ª feira. Então, 22.4 Kg divididos por 66 semanas = 339 gramas por semana!!! Eu fiquei um tempão em PLATÔ, engordei umas poucas vezes, emagreci mais de 1Kg em outras. Confesso que ficava eufórica quando emagrecia bastante, mas muitas vezes eu não sabia o por quê de tanto peso em uma semana em que eu fazia exatamente o que tinha feito em outras em que não emagrecia nada. Confesso que eu escrevi aqui, anotei tudo no cardápio, voltava para me analisar, mas não entendia. Não há lógica nesse processo. Pelo menos no meu emagrecimento, desta vez, eu vejo os resultados como um todo, não por semana, porque não funcionou assim. Aqui entra uma coisa que se chama DISCIPLINA.
Se analisarmos tudo na vida, nós veremos que nós obtemos bons resultados quando temos disciplina: notas na escola, em casa, profissão, nas finanças, com os filhos, na atividades física e na alimentação, entre outros aspectos da vida. Quanto temos DISCIPLINA, nós temos o controle de nossa vida, dos caminhos que seguiremos e os riscos que estamos tomando. Se nós cairmos, se somos DISCIPLINADOS, conseguiremos corrigir o erro e nos manter no foco, que são nossas metas. Eu não sou perfeita (longe disso!), cometo jacadas, mas nesse aspecto (emagrecer) eu confesso que sou bem disciplinada. A linha que os Vigilantes do Peso segue caiu como luva para mim, eu simplesmente segui o que me orientaram a fazer: anotar, planejar, ter atitudes light, fazer escolhas alimentares saudáveis, começas a atividade física leve e ir aumentando aos poucos, e confesso que quando não fiz isso direitinho, não me dei muito bem.  (VEJA AQUI) Quando abusei da atividade física, passei o 2º semestre inteiro de 2010 fazendo fisioterapia e não podendo forçar o joelho.
Enfim, gente, para emagrecer não basta querer eliminar de 1 a 1.5Kg por semana. A gente tem que ter disciplina e saber que há uma serie de fatores que infuenciarão nesse processo, que será LENTO! Coloquei um link diferente em cada palavra em letra maiúscula nesse post, se vocês quiserem se aprofundar no assunto.
Beijos no coração de cada uma e obrigada desde já por responderem às minhas enquetes!!!!!!!


PS: Hoje já é dia 05/02/2011 e fiquei emocionada com o que a  Anna escreveu sobre mim no seu blog. Quer ler? Clique AQUI. Anna, é muito gratificante saber que eu as ajudo tanto quanto vocês me ajudam! Obrigada!!!!


MOUSSE DE CHOCOLATE DIET DA ALINE

 A NINE geralmente escreve sobre assuntos mega interessantes. Além disso, ela é uma VENCEDORA com todas as letras maiúsculas! Clique AQUI para conhecê-la!!!
 

 
Modo de Preparo:
1. Dilua duas caixinhas de pudim diet de chocolate em 700ml de leite desnatado e leve ao fogo baixo até levantar fervura, desligue e reserve.
IMPORTANTE: Utilize as marcas Doce Menor ou Frutop, pois são as únicas que não tem gosto de remédio!
2. Dissolva um envelope de gelatina sem sabor em uma xícara de água fervente.
3. Bata no liquidificador o pudim e a gelatina ainda quentes por cerca de 5 minutos.

Prontinho!

Você pode:
- Dividir em 8 porções para consumir como sobremesa ( míseras 38 calorias cada);
- Devorar a receita inteira quando estiver desesperada, em deprê ou em TPM (é o que eu faço!)

Pra variar:
- Mude o sabor do pudim. Caramelo, baunilha, morango...
- Insira frutas picadas. Combine mousse de chocolate com morangos (hmmm), baunilha com banana ou abacaxi (hmmmm²)! Só não esqueça de considerar as calorias das frutas.
- Coloque umas folhinhas de hortelã ao bater no liquidificador, será mousse de chocolate com menta!

2 de fev de 2011

AO AR LIVRE, EM CASA OU NO TRABALHO, SAIBA COMO MEXER-SE MAIS PARA TER BRAÇOS MAIS BONITOS.


O clima está esquentando rapidamente e já pede mangas mais curtas... Seus braços, costas e ombros ficaram mais flácidos durante o inverno? Siga nossas dicas de exercícios que você pode começar a fazer agora mesmo para queimar a gordura, definir os músculos e ficar linda para usar uma regatinha!

Queimando a gordura
Músculos definidos são essenciais para se ter braços bonitos. E para alcançar essa definição, você precisa reduzir a quantidade de gordura acumulada entre a pele e os próprios músculos.
A melhor forma de queimar a gordura da parte superior do corpo é praticando atividades aeróbicas. Os exercícios aeróbicos queimam gordura do corpo inteiro (não só das pernas e do quadril).
Opte por atividades de que você gosta e está disposto a praticar todos os dias — caminhar, andar de bicicleta, nadar ou fazer aulas de ginástica aeróbica são ótimas opções. Tente fazer pelo menos 30 minutos de atividades físicas por dia, combinando exercícios diferentes. Assim você não cai na rotina e a sua atividade fica mais completa.
Exercícios aeróbicos, porém, não são a única forma de queimar calorias. De acordo com Holli Spicer, palestrante na área de saúde e educação física: “Assim como os exercícios aeróbicos, treinamentos de resistência também queimam uma boa quantidade de calorias para dar energia ao corpo. Musculação de alta intensidade queima caloria e tonifica os músculos ao mesmo tempo.
Dicas para tonificar os braços
O treino de resistência é a melhor forma de tonificar os músculos dos braços. Ele exige mais dos músculos do que o habitual. Halteres e elásticos dão ótimos resultados se usados corretamente.
Para ficar com os braços fortes, porém, você não precisa se matricular em uma academia. Conheça maneiras de se exercitar em casa que podem ajudar você a ficar pronta para o verão:
Em casa
• Usar o aspirador • Passar pano no chão • Passar roupa
  • Arrumar estantes
• Mover os móveis • Lavar e encerar o carro • Fazer jardinagem • Cortar  a grama
Fonte: http://www.vigilantesdopeso.com.br/artigos3.aspx?id=36

MANUTENÇÃO DO PESO

META ATINGIDA EM 70 SEMANAS (25/02/2011, MEU NÍVER DE 48 ANOS) = 343G/SEMANA

POSTS MAIS POPULARES